Rafael Pavarotti - ‘Break My Soul’ é a 6ª faixa do sétimo álbum de estúdio

Demissões no trabalho em massa com gosto de nostalgia, a aclamada cantora norte-americana está de volta e prova que não é preciso reinventar a roda para ser referência da atualidade.

Prestes a lançar seu novo álbum após um hiato de sete anos sem lançar um álbum pra chamar de seu - carinhosamente apelidado de B7 - a diva nos convida a celebrar uma nova fase e desafia a encarar os novos desafios que a humanidade vêm enfrentando.

‘Break My Soul’ é a 6ª faixa do sétimo álbum de estúdio e conta com os vocais da rapper Big Freedia, e em seu instrumental um sample do hit “Show Me Love“, da cantora Robin S; lançada originalmente em 1992.

Para quem acompanha o universo da música e as tendências das mídias sociais sabe que a moda é gravar e publicar vídeos puramente despretensiosos de situações do cotidiano embaladas por trechos de batidas e músicas coreografadas.

Os artistas se viram obrigados a repensar seu estilo, composição e até o tempo de duração das canções para viralizarem na internet. É aí que Beyoncé desafia a gravidade com o lançamento de seu single dançante com um quê a mais de baladinha anos 90 sem perder sua essência sutil de falar sobre algo sem parecer piegas ou clichê.

O efeito dela sobre a indústria cultural vai além de seu talento e potência vocal e reverbera, inclusive, em outros artistas que entenderam seu poder midiático sendo agentes da própria marca e carreira.

Há quem diga que o trabalho de Queen Bey possua camadas tão delicadas que até podem passar despercebidas para a maioria de quem consome o POP farofa (ritmos ou estilos de uma determinada época ou conhecido como a famosa modinha) e percebo que esse efeito fast-food é o retrato das relações, do consumo das informações.

Já que não é possível viver só de passado, Beyonce retorna às paradas de sucesso provocando verdadeiras mudanças no então pós-pandemia em que num de seus versos explora o mal-estar dos trabalhadores que ajudou a levar um número recorde de americanos a deixar seus empregos.

FOTO: Vogue Britânica Julho - A superstar Beyoncé esbanja um físico impressionante

A superstar Beyoncé esbanja um físico impressionante e corpo curvilíneo aos 40 anos de idade. É considerada a maior artista de nosso tempo, segundo a Revista Rolling Stone.

Renaissance está previsto para sair em 29 de julho terá uma pegada dance, country e promete muitas participações significativas que estão guardadas a sete chaves. Até o presente momento, de acordo com a Amazon Italia, “RENAISSANCE Act I” fará parte de algo maior, como trilogia!

E o que precisamos, agora, se não de uma boa dose musical para avançar os próximos meses afora?

Créditos: Rafael Pavarotti e Vogue Britânica Julho