Terça-feira, 27 de janeiro de 2015, atualizada às 09h59

Bloco do Barril, em São João Nepomuceno, anuncia que não irá desfilar em 2015

O tradicional Bloco do Barril, que saí há 43 anos nas ruas de São João Nepomuceno durante os Carnavais, não irá desfilar em 2015. O anúncio foi feito durante a tarde da última segunda-feira, 27 de janeiro, pelo presidente do bloco, Pedro Augusto Rezende Rodrigues, através de uma nota em sua rede social. A medida é uma forma de protesto a Portaria (Nº01/2015/GAB) emitida pela juíza da 1ª Vara da Comarca de São João Nepomuceno, Flávia de Vasconcelos Araújo, que determina, entre outras coisas, a proibição da distribuição de bebidas alcoólicas, a entrada de menores de 18 nos blocos sem a companhia de um responsável e a contratação de segurança privada para escolas de samba e blocos de carnaval, além da exigência das festas de rua terminarem às 22h.

Na postagem, o presidente do bloco ainda fala da não preservação da cultura da cidade. "Infelizmente olharam para o Barril como se fosse um simples Bloco. Talvez não tenham noção que o Barril é mais que isso. Que o Barril é mais que um Bloco. O Barril não é Bloco há tempos. Ele se transformou em uma manifestação popular. Ele é um Patrimônio Histórico de São João, apesar de ainda não ser reconhecido. Ferir o Barril não é ferir somente o Bloco. É ferir o povo Sanjoanense. É ferir sua história. É ferir sua tradição", diz.

Ainda segundo Pedro, o bloco foi responsável, nos últimos 40 anos, por levar o nome da cidade à todo país e que isso não foi levado em consideração. No entanto, ele mantém esperança de voltar às ruas no próximo ano. "Por mais de 40 anos o Barril levou a bandeira de São João pelos quatro cantos do Brasil. Trouxe pessoas do país inteiro para nos conhecer. Abriu as portas da cidade para qualquer interessado, afinal, somos uma cidade Garbosa. Nosso povo é Garboso. E o Bloco assim também é. Infelizmente, não pensaram em nada nisso. Dessa forma, não desfilaremos em 2015. Nossa expectativa é que para 2016 o Barril volte ainda mais forte, renovado, restruturado, revigorado, aberto ao diálogo com a Justiça, ressurgindo das cinzas, para que possamos dar continuidade a uma coisa que é nossa", explica.

Outros organizações carnavalescas da cidade também já confirmaram que não irão sair às ruas em 2015, pelo mesmo motivo. São elas: Bloco do Zé Pereira, Bloco 4 Gerações, Bloco do 3º Andar, Bloco da Girafa e Bloco dos Tourões. O Bloco dos Ranca Tampa, continuará ser feito no Reunião Bar, mas não desfilará. Já o Bloco da Ressaca não confirmou se este ano desfilará no inicio da manhã da quarta de cinzas.

Com informações do Portal SJ Online e da Difusora SJN

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.