• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quinta-feira, 11 de novembro de 2010, atualizada às 10h30

    Festival de Cinema e Vídeo de Muriaé tem como tema sustentabilidade e responsabilidade social

    Isabela Lobo
    Colaboração*
    Percepções

    A sexta edição do Percepções - Festival de Cinema e Vídeo de Muriaé, que ocorre entre os dias 19 e 21 de novembro, tem como tema sustentabilidade e responsabilidade social. O objetivo é levar aos moradores da cidade produções nacionais e incentivar o contato com a sétima arte. Segundo a organizadora do festival, Alessandra Soares, o evento ainda não atinge o público da maneira desejada. "A sociedade não valoriza tanto a ação, mas já é um passo. A nossa intenção é conscientizar quanto à importância do projeto", diz.

    Durante o evento, serão exibidos 12 curtas-metragens de até 25 minutos, com temáticas diferenciadas. Os curtas, que foram selecionados pela organização do festival, concorrerão em cinco categorias: Ficção, Documentário, Animação, Criança e Um Minuto. Os vencedores serão definidos por votação do júri popular e ganharão troféus. Além dos curtas, serão oferecidas oficinas de fotografia, animação, produção de comerciais e oficina de voz. O evento é aberto à comunidade e as inscrições são gratuitas.

    Haverá, ainda, a Mostra Canarinho, criada em 2009, cuja ideia é aproximar a população do cinema e formar novos espectadores e apaixonados pela arte. A mostra promove mensalmente a exibição de curtas e palestras relacionadas ao tema. Os trabalhos exibidos fazem parte do acervo do festival, contendo curtas de edições passadas do evento. Todo primeiro domingo do mês, cerca de 80 pessoas participam da mostra, que tem como parceiros alunos dos cursos de Comunicação Social e Publicidade e Propaganda, comandando as discussões sobre os temas.

    O festival surgiu em 2005, por meio de um projeto de extensão chamado Cidadania através da TV. O projeto, que já atendeu cerca de 500 pessoas de comunidades carentes desde a sua criação, inclui e difunde o cinema entre crianças e jovens de escolas estaduais de ensino fundamental e médio. Além da questão da disciplina, são trabalhados temas envolvendo questões sociais. Segundo Alessandra, a proposta é a descoberta de novos talentos. "Hoje, temos alunos da graduação que participaram do projeto e descobriram a vocação a partir daí", afirma.

    Confira a programação do evento

    19/11 (sexta-feira):

    19h - Cerimônia de abertura e Mostra de Filmes com os curtas: A Mais Forte, Cinco Minutos, Carreto e A Bomba d`Água.

    20/11 (sábado):

    Das 8h às 12h: Oficina de Fotografia;

    Das 8h às 18h: Oficina de Pixelation - Animação Stop Motion com pessoas;

    Das 13h às 17h: Oficina de Produção de Comerciais;

    19h: Mostra de Filmes com os curtas: Felizes para Sempre, Pré-socráticos x Indígenas, Atrás das Lentes, O Cozinheiro Negro, Imagem de Mulher, Menina da Chuva, Re-Produzidas e Preso ou Solto?.

    21/11 (domingo):

    18h: Lançamento do curta "As cerejas", produção dos acadêmicos de Publicidade e Propaganda;

    18h30: Encerramento e premiação.

    *Isabela Lobo é estudante do 8º período de Comunicação Social da UFJF.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.