Segunda-feira, 1 de julho de 2013, atualizada às 15h

Livro sobre dança originada nas senzalas será lançado em JF


Da Redação
jongo

O livro Saravá Jongueiro Velho! Memória e Ancestralidade no Jongo de Tamandaré será lançado nesta terça-feira, 2 de julho, no Museu de Artes Murilo Mendes (Mamm). A programação, aberta a todos os interessados, tem início às 18h com a palestra Corpo, Memória e Ancestralidade, ministrada pela professora do Colégio de Aplicação João XXIII e autora da publicação, Carolina Bezerra-Perez.

O jongo, patrimônio imaterial brasileiro, é uma prática simbólica vinda das senzalas das fazendas de café. Transmitido e recriado de geração a geração, compõe a herança da rica ancestralidade africana, sendo considerado o avô do samba.

A pesquisa fornece subsídios para o trabalho de coordenação pedagógica exercido pela autora no projeto de extensão. Às 19h, haverá também uma roda de jongo. Na roda, os participantes terão a chance de ouvir o ritmo e experimentar referências corporais da dança.

A palestra integra o 5º Festival Nacional de Dança de Juiz de Fora. O Mamm está localizado na rua Benjamin Constant, 790, Centro.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.