Instituto Jesus Prova de amor e dedicação às crianças

Elaine Fantini
25/02/04

Foi em 1944, que Ali Halfeld começou uma história de amor, dedicação e solidariedade. Hoje, com 60 anos de existência, 45 funcionários e 65 voluntários, o Instituto Jesus atende a mais de 300 crianças e adolescentes carentes, de sete a 17 anos, do Bairro de Lourdes e região.

Sem nenhum custo, as crianças recebem assistência sócio-educacional de acordo com a idade. De sete aos 12 anos, recebem orientação pedagógica e social. Dos 12 aos 14, aliado ao trabalho anterior, está a inicialização profissional. A partir dos 14 até os 17 anos, os jovens são profissionalizados. O Instituto Jesus funciona em período integral, oferecendo às crianças a alimentação adequada durante o tempo de parmanência na entidade.

Assistência garantida

Todos os assistidos recebem acompanhamento médico, farmacêutico, nutricional, odontológico, além de assistência social, educacional, vestuário e lazer. Para aqueles que têm dificuldades em aprender é oferecido reforço escolar e apoio psicológico.

No Instituto, os meninos têm a oportunidade de participar de cursos de marcenaria, informática, padaria e confeitaria, massas italianas, artesanato, inicação à hotelaria, paisagismo, entre outros. Através do Projeto Ceaartes (Centro de Estudos e Aprimoramento das Artes), as meninas podem fazer parte de atividades de teatro, informática, ballet, coral, música e, também, o artesanato.


Como complemento ao trabalho realizado com os assistidos, suas famílias também recebem apoio através de reuniões de orientação pisco-social com especialistas, curso profissionalizante e cesta básica. "Não adianta trabalharmos a crianças e deixar a família de lado. Acreditamos que somente um trabalho conjunto é eficaz", ressalta Rachel Miranda Peluso, assistente social da instituição.

Amor pelo que faz

Rachel Miranda Peluso Além de assistente social, Rachel (foto ao lado) também é advogada e possui um escritório na cidade, mas dedica a maior parte do tempo para o Instituto Jesus. "Levar para esses meninos e meninas o que, muitas vezes eles, não têm em casa e transformá-los em homens de bem é a maior satisfação", diz a advogada.

O mesmo empenho é encontrado nos voluntários da casa. D. Elisa Giella de Moraes, 83 anos, e D. Maria Lúcia Moraes de Almeida, 63 anos, mãe e filha, estão no Instituto há 9 anos. D. Elisa é responsável pela parte da costura, em que todos os retalhos são aproveitados. "Quando o que a gente ganha não dá para fazer roupa para os maiores, fazemos peças para o enxoval", explica D. Elisa.
As roupas também são vendidas no Bazar da Pechincha, realizado anualmente. Para D. Maria Lúcia, é fácil ser voluntário: "Basta ter boa-vontade e amor. Tudo o que você faz com amor é suave". "Ao invés de ficar em casa, fazr algom em beneficío do próximo", complementa D. Elisa.

Frutos do Trabalho

Os produtos que são fabricados pelos jovens nas aulas de artesanato e na padaria são colocados à venda. De segunda à sexta, de 8h às 11h, funciona uma feira no próprio Insituto Jesus, em que podem ser encontrados os produtos. O dinheiro da venda, assim como a renda arrecada com o Bazar da Pechincha, é investido nas atividades realizadas com os assistidos. Além disso, para a manutenção das tarefas da casa, a entidade conta com o aluguel de alguns imóveis na cidade, doações e convênios com algumas empresas de Juiz de Fora.

Seleção

Fazer parte da família do Instituto Jesus é o desejo de muitas crianças e adolescente. Mas selecionar quem irá ocupar as vagas não é tarefa fácil. "Todos são necessitados", esclarece Rachel Miranda. Aqueles que procuram a entidade são encaminhados para o serviço social e passam por uma entrevista sócio-econômica, a fim de detectar em qual situação a criança vive. Estar matriculado no Ensino Fundamental é um dos critérios indispensáveis para a seleção. De posse desses dados, à medida que forem surgindo as vagas, aqueles que estiverem em situação mais precária são chamados.

Mais instalações do Instituto Jesus


Consultório Médico
Área de Vivência
Quadra Poliesportiva
Cozinha
Salão/Oficina




Convite

Todos que desejarem conhecer o trabalho do Instituto Jesus ou fazer da parte da equipe podem visitar a entidade no horário de 7h30 às 17h30, na Rua Inácio Gama, 813, no Bairro de Lourdes. Para fazer doações basta entrar em contato com a entidade pelo telefone 3235-2038 ou pelo e-mail: lbissoli@acessa.com.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.