SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Principal alvo da CBF para se tornar o novo treinador da seleção brasileira, Carlo Ancelotti voltou a a afirmar que não pensa em uma saída do Real Madrid neste sábado (18).

Em entrevista coletiva antes do clássico contra o Barcelona, Ancelotti foi questionado sobre o seu futuro no Real Madrid.

O treinador italiano declarou que, por ele, "ficaria neste clube pelo resto da vida. É impossível, mas gostaria".

Segundo Ancelotti, o pensamento no momento é de seguir no comando do Real Madrid, mas a decisão vai partir da diretoria ao término da temporada.

Ainda em 2022, o treinador foi perguntado sobre um possível interesse da CBF, mas disse que pretendia cumprir o seu contrato com o Real Madrid até o fim.

INTERESSE DA CBF E RUMORES DE DEMISSÃO

Carlo Ancelotti é o alvo principal da CBF para assumir o cargo deixado por Tite na seleção brasileira, conforme revelou o UOL Esporte. Contudo, a situação também depende da permanência ou não do treinador no Real Madrid. O atual contrato vai até junho de 2024.

Internamente, a CBF não trabalha com a hipótese de pagar a multa rescisória do italiano. A entidade quer um acordo amigável com o Real Madrid.

Tudo pode ser diferente em caso de uma demissão de Ancelotti ao final da temporada, uma vez que ele ficaria livre no mercado. A imprensa espanhola especula que o italiano pode deixar o cargo caso não conquiste um título de expressão.

KHALED DESOUKI / AFP - Ancelotti estava sendo cotado para ser o novo técnico da Seleção Brasileira