Matheus Brum Matheus Brum 13/04/2015

Quem é Eurico Miranda?

euricoCaro internauta, juro a você que não queria escrever sobre todas as polêmicas que cercam os nossos campeonatos estaduais, mas, uma frase do Excelentíssimo Presidente do Clube de Regatas Vasco da Gama, Eurico Miranda, despertou em mim uma vontade enorme de falar sobre o mal que esse senhor faz, não apenas para o futebol carioca, mas também para o futebol brasileiro.

Você deve ter visto que no final da última semana, Eurico publicou uma nota oficial no site do Vasco, com o título "Quem é Bom Senso FC?", ironizando o grupo por conta do apoio à dupla Fla-Flu, em sua "guerra" contra a Ferj.

Pois bem, na humilde opinião desse que vos fala, Eurico Miranda representa o passado obscuro do nosso futebol. Há 48 anos na vida política do Vasco, Eurico coleciona vários casos de corrupção, como a polêmica parceria do clube com a Bank of America, que trouxe vários títulos ao Gigante da Colina, mas também trouxe uma quantidade muito grande de dívidas; Não podemos esquecer que ele foi um dos que arquitetaram a criação da Copa João Havelange e toda a sua confusão no regulamento; Ele foi um dos que não queriam que o jogo entre Vasco e São Caetano parasse por causa da queda do alambrado, que feriu e matou dezenas de pessoas; Em 2006, quando concorreu para o terceiro mandato seguido à frente do Vasco, venceu, porém foi acusado de suborno e compra de votos, o que fez com que as eleições fossem cassadas na justiça, e no final, mesmo entrando várias vezes com recurso, a Justiça determinou um novo pleito, que colocou Roberto Dinamite à frente do Cruzmaltino.

Além de todos esses problemas dentro do Vasco, Eurico possui vários casos na justiça da época em que era Deputado Federal, e foi acusado de evasão de divisas e não foi preso por causa de uma manobra política organizada pelo então Presidente da Câmara, Aécio Neves ; Foi um dos principais alvos da CPI da Nike/CBF de 2001, que apurava as irregularidades do futebol brasileiro naquela época, onde foi condenada a prisão, mas no final, como tudo que acontece no Brasil, terminou em pizza, e para terminar, teve o caso da venda do zagueiro Paulo Miranda em 2001 para o Bordeaux, da França, em que Eurico não declarou o valor total da venda do jogador.

Apesar de todos esses "causos" do presidente, ainda vejo, com muito pesar e lamentação, vários vascaínos o idolatrando, o colocando acima do bem e do mal, e pior, o defendendo como um grande presidente, que só pensa no Vasco da Gama. Sua amizade com Rubens Lopes é uma prova de como o futebol brasileiro cada vez mais vai por água abaixo. Insinuar que o Campeonato Carioca é bom porque da três mil empregos é balela. Três mil empregos em dois, três meses do ano não é nada. Não tem como um jogador de futebol sobreviver o ano inteiro apenas com os vencimentos de janeiro, fevereiro, março e abril. Pensar assim é pensar pequeno. Eu já tenho meu posicionamento sobre o Eurico. E pra você, "Quem é Eurico Miranda"?

Outros destaques

1º - Mais uma vitória de Lewis Hamilton, a bordo da sua Mercedes. Dessa vez, correndo na China, o inglês não foi páreo para ninguém e venceu de ponta a ponta, abrindo vantagem de treze pontos para Sebastian Vettel, que se encontra na vice-liderança do campeonato. Falando agora dos brasileiros, Felipe Massa em quinto e Felipe Nasr em oitavo, fizeram uma ótima corrida. Massa vem tendo consistência com sua Willians e Nasr vai "tirando leite de pedra" em um carro da Sauber bastante mais ou menos. Próxima etapa é nesse fim de semana, no Bahrein.

2º - Sada/Cruzeiro vence de virada o Sesi e conquista o tricampeonato da Superliga Masculina e se consolida mais uma vez como uma equipe com um elenco muito entrosado. Mesmo jogando contra um time que tem a base da seleção brasileira, com Lucão, Murilo, Lucarelli, Théo, entre outros, o time de Minas fez uma atuação consistente e por 3 sets a 1, levantou o caneco. Uma excepcional partida do ponteiro Leal, que acabou com a partida. Ainda bem que Cuba não deixa os jogadores que atuam no exterior vestir a camisa da seleção. Certamente eles teriam uma equipe de ponta para brigar pelas principais competições do esporte.

3º - Falando dos estaduais. Paulista: Deu os quatro grandes, com todos eles merecendo ganhar, menos o Corinthians, que foi favorecido pela arbitragem; Carioca: Fluminense, sob o comando de Drubscky, venceu a equipe do Botafogo e leva vantagem para o segundo jogo. Já no "Clássico dos Milhões", uma partida horrorosa, um dos piores clássicos já vistos. Time do Flamengo perdido e sem nenhum controle emocional. Sorte a partida ter terminado com vinte e dois atletas em campo; Mineiro: Caldense com uma boa vantagem, decidindo com o apoio da torcida. Já no clássico mineiro, mais uma vez temos que ver as cenas lamentáveis de um estádio de torcida única. Dentro de campo, um jogo sem graça, onde o empate só favorece a equipe do Cruzeiro.


Matheus Brum nascido e criado em Juiz de Fora, jornalista em formação pela Universidade Federal de Juiz de Fora, e desde criança, apaixonado pelo Flamengo e por esportes. Atualmente é escritor do blog "Entre Ternos e Chuteiras", estagiário da Rádio CBN Juiz de Fora e editor e apresentador do programa Mosaico.é nascido e criado em Juiz de Fora.

-
Matheus Brum Matheus Brum 13/04/2015

Quem é Eurico Miranda?

euricoCaro internauta, juro a você que não queria escrever sobre todas as polêmicas que cercam os nossos campeonatos estaduais, mas, uma frase do Excelentíssimo Presidente do Clube de Regatas Vasco da Gama, Eurico Miranda, despertou em mim uma vontade enorme de falar sobre o mal que esse senhor faz, não apenas para o futebol carioca, mas também para o futebol brasileiro.

Você deve ter visto que no final da última semana, Eurico publicou uma nota oficial no site do Vasco, com o título "Quem é Bom Senso FC?", ironizando o grupo por conta do apoio à dupla Fla-Flu, em sua "guerra" contra a Ferj.

Pois bem, na humilde opinião desse que vos fala, Eurico Miranda representa o passado obscuro do nosso futebol. Há 48 anos na vida política do Vasco, Eurico coleciona vários casos de corrupção, como a polêmica parceria do clube com a Bank of America, que trouxe vários títulos ao Gigante da Colina, mas também trouxe uma quantidade muito grande de dívidas; Não podemos esquecer que ele foi um dos que arquitetaram a criação da Copa João Havelange e toda a sua confusão no regulamento; Ele foi um dos que não queriam que o jogo entre Vasco e São Caetano parasse por causa da queda do alambrado, que feriu e matou dezenas de pessoas; Em 2006, quando concorreu para o terceiro mandato seguido à frente do Vasco, venceu, porém foi acusado de suborno e compra de votos, o que fez com que as eleições fossem cassadas na justiça, e no final, mesmo entrando várias vezes com recurso, a Justiça determinou um novo pleito, que colocou Roberto Dinamite à frente do Cruzmaltino.

Além de todos esses problemas dentro do Vasco, Eurico possui vários casos na justiça da época em que era Deputado Federal, e foi acusado de evasão de divisas e não foi preso por causa de uma manobra política organizada pelo então Presidente da Câmara, Aécio Neves ; Foi um dos principais alvos da CPI da Nike/CBF de 2001, que apurava as irregularidades do futebol brasileiro naquela época, onde foi condenada a prisão, mas no final, como tudo que acontece no Brasil, terminou em pizza, e para terminar, teve o caso da venda do zagueiro Paulo Miranda em 2001 para o Bordeaux, da França, em que Eurico não declarou o valor total da venda do jogador.

Apesar de todos esses "causos" do presidente, ainda vejo, com muito pesar e lamentação, vários vascaínos o idolatrando, o colocando acima do bem e do mal, e pior, o defendendo como um grande presidente, que só pensa no Vasco da Gama. Sua amizade com Rubens Lopes é uma prova de como o futebol brasileiro cada vez mais vai por água abaixo. Insinuar que o Campeonato Carioca é bom porque da três mil empregos é balela. Três mil empregos em dois, três meses do ano não é nada. Não tem como um jogador de futebol sobreviver o ano inteiro apenas com os vencimentos de janeiro, fevereiro, março e abril. Pensar assim é pensar pequeno. Eu já tenho meu posicionamento sobre o Eurico. E pra você, "Quem é Eurico Miranda"?

Outros destaques

1º - Mais uma vitória de Lewis Hamilton, a bordo da sua Mercedes. Dessa vez, correndo na China, o inglês não foi páreo para ninguém e venceu de ponta a ponta, abrindo vantagem de treze pontos para Sebastian Vettel, que se encontra na vice-liderança do campeonato. Falando agora dos brasileiros, Felipe Massa em quinto e Felipe Nasr em oitavo, fizeram uma ótima corrida. Massa vem tendo consistência com sua Willians e Nasr vai "tirando leite de pedra" em um carro da Sauber bastante mais ou menos. Próxima etapa é nesse fim de semana, no Bahrein.

2º - Sada/Cruzeiro vence de virada o Sesi e conquista o tricampeonato da Superliga Masculina e se consolida mais uma vez como uma equipe com um elenco muito entrosado. Mesmo jogando contra um time que tem a base da seleção brasileira, com Lucão, Murilo, Lucarelli, Théo, entre outros, o time de Minas fez uma atuação consistente e por 3 sets a 1, levantou o caneco. Uma excepcional partida do ponteiro Leal, que acabou com a partida. Ainda bem que Cuba não deixa os jogadores que atuam no exterior vestir a camisa da seleção. Certamente eles teriam uma equipe de ponta para brigar pelas principais competições do esporte.

3º - Falando dos estaduais. Paulista: Deu os quatro grandes, com todos eles merecendo ganhar, menos o Corinthians, que foi favorecido pela arbitragem; Carioca: Fluminense, sob o comando de Drubscky, venceu a equipe do Botafogo e leva vantagem para o segundo jogo. Já no "Clássico dos Milhões", uma partida horrorosa, um dos piores clássicos já vistos. Time do Flamengo perdido e sem nenhum controle emocional. Sorte a partida ter terminado com vinte e dois atletas em campo; Mineiro: Caldense com uma boa vantagem, decidindo com o apoio da torcida. Já no clássico mineiro, mais uma vez temos que ver as cenas lamentáveis de um estádio de torcida única. Dentro de campo, um jogo sem graça, onde o empate só favorece a equipe do Cruzeiro.


Matheus Brum nascido e criado em Juiz de Fora, jornalista em formação pela Universidade Federal de Juiz de Fora, e desde criança, apaixonado pelo Flamengo e por esportes. Atualmente é escritor do blog "Entre Ternos e Chuteiras", estagiário da Rádio CBN Juiz de Fora e editor e apresentador do programa Mosaico.é nascido e criado em Juiz de Fora.

Matheus Brum Matheus Brum 13/04/2015

Quem é Eurico Miranda?

euricoCaro internauta, juro a você que não queria escrever sobre todas as polêmicas que cercam os nossos campeonatos estaduais, mas, uma frase do Excelentíssimo Presidente do Clube de Regatas Vasco da Gama, Eurico Miranda, despertou em mim uma vontade enorme de falar sobre o mal que esse senhor faz, não apenas para o futebol carioca, mas também para o futebol brasileiro.

Você deve ter visto que no final da última semana, Eurico publicou uma nota oficial no site do Vasco, com o título "Quem é Bom Senso FC?", ironizando o grupo por conta do apoio à dupla Fla-Flu, em sua "guerra" contra a Ferj.

Pois bem, na humilde opinião desse que vos fala, Eurico Miranda representa o passado obscuro do nosso futebol. Há 48 anos na vida política do Vasco, Eurico coleciona vários casos de corrupção, como a polêmica parceria do clube com a Bank of America, que trouxe vários títulos ao Gigante da Colina, mas também trouxe uma quantidade muito grande de dívidas; Não podemos esquecer que ele foi um dos que arquitetaram a criação da Copa João Havelange e toda a sua confusão no regulamento; Ele foi um dos que não queriam que o jogo entre Vasco e São Caetano parasse por causa da queda do alambrado, que feriu e matou dezenas de pessoas; Em 2006, quando concorreu para o terceiro mandato seguido à frente do Vasco, venceu, porém foi acusado de suborno e compra de votos, o que fez com que as eleições fossem cassadas na justiça, e no final, mesmo entrando várias vezes com recurso, a Justiça determinou um novo pleito, que colocou Roberto Dinamite à frente do Cruzmaltino.

Além de todos esses problemas dentro do Vasco, Eurico possui vários casos na justiça da época em que era Deputado Federal, e foi acusado de evasão de divisas e não foi preso por causa de uma manobra política organizada pelo então Presidente da Câmara, Aécio Neves ; Foi um dos principais alvos da CPI da Nike/CBF de 2001, que apurava as irregularidades do futebol brasileiro naquela época, onde foi condenada a prisão, mas no final, como tudo que acontece no Brasil, terminou em pizza, e para terminar, teve o caso da venda do zagueiro Paulo Miranda em 2001 para o Bordeaux, da França, em que Eurico não declarou o valor total da venda do jogador.

Apesar de todos esses "causos" do presidente, ainda vejo, com muito pesar e lamentação, vários vascaínos o idolatrando, o colocando acima do bem e do mal, e pior, o defendendo como um grande presidente, que só pensa no Vasco da Gama. Sua amizade com Rubens Lopes é uma prova de como o futebol brasileiro cada vez mais vai por água abaixo. Insinuar que o Campeonato Carioca é bom porque da três mil empregos é balela. Três mil empregos em dois, três meses do ano não é nada. Não tem como um jogador de futebol sobreviver o ano inteiro apenas com os vencimentos de janeiro, fevereiro, março e abril. Pensar assim é pensar pequeno. Eu já tenho meu posicionamento sobre o Eurico. E pra você, "Quem é Eurico Miranda"?

Outros destaques

1º - Mais uma vitória de Lewis Hamilton, a bordo da sua Mercedes. Dessa vez, correndo na China, o inglês não foi páreo para ninguém e venceu de ponta a ponta, abrindo vantagem de treze pontos para Sebastian Vettel, que se encontra na vice-liderança do campeonato. Falando agora dos brasileiros, Felipe Massa em quinto e Felipe Nasr em oitavo, fizeram uma ótima corrida. Massa vem tendo consistência com sua Willians e Nasr vai "tirando leite de pedra" em um carro da Sauber bastante mais ou menos. Próxima etapa é nesse fim de semana, no Bahrein.

2º - Sada/Cruzeiro vence de virada o Sesi e conquista o tricampeonato da Superliga Masculina e se consolida mais uma vez como uma equipe com um elenco muito entrosado. Mesmo jogando contra um time que tem a base da seleção brasileira, com Lucão, Murilo, Lucarelli, Théo, entre outros, o time de Minas fez uma atuação consistente e por 3 sets a 1, levantou o caneco. Uma excepcional partida do ponteiro Leal, que acabou com a partida. Ainda bem que Cuba não deixa os jogadores que atuam no exterior vestir a camisa da seleção. Certamente eles teriam uma equipe de ponta para brigar pelas principais competições do esporte.

3º - Falando dos estaduais. Paulista: Deu os quatro grandes, com todos eles merecendo ganhar, menos o Corinthians, que foi favorecido pela arbitragem; Carioca: Fluminense, sob o comando de Drubscky, venceu a equipe do Botafogo e leva vantagem para o segundo jogo. Já no "Clássico dos Milhões", uma partida horrorosa, um dos piores clássicos já vistos. Time do Flamengo perdido e sem nenhum controle emocional. Sorte a partida ter terminado com vinte e dois atletas em campo; Mineiro: Caldense com uma boa vantagem, decidindo com o apoio da torcida. Já no clássico mineiro, mais uma vez temos que ver as cenas lamentáveis de um estádio de torcida única. Dentro de campo, um jogo sem graça, onde o empate só favorece a equipe do Cruzeiro.


Matheus Brum nascido e criado em Juiz de Fora, jornalista em formação pela Universidade Federal de Juiz de Fora, e desde criança, apaixonado pelo Flamengo e por esportes. Atualmente é escritor do blog "Entre Ternos e Chuteiras", estagiário da Rádio CBN Juiz de Fora e editor e apresentador do programa Mosaico.é nascido e criado em Juiz de Fora.