Baeta empata fora de casa e adia acesso

Matheus Brum Matheus Brum 7/11/2016

O Tupynambás foi até o Sul de Minas, enfrentar o Jacutinga, na expectativa de já conseguir o acesso ao Modulo II do Campeonato Mineiro. O time saiu na frente, sofreu o empate, jogou com um a menos na parte final do segundo tempo, e trouxe um empate para Juiz de Fora. O Leão do Poço Rico continua na liderança, e pode confirmar a subida na próxima rodada, quando enfrenta o Betinense, em Divinópolis.

Miguel, logo aos dois minutos, abriu o placar em chute de fora da área. Na volta do intervalo, precisando reverter a contagem adversa, os mandantes partiram para o ataque e foram recompensados. Aos 10 minutos, Thulio Lelis, foi às redes e deixou os times novamente em igualdade.

Aos 25 minutos, Washington recebeu o segundo cartão amarelo depois de discordar da marcação de impedimento e chutar a bola para fora. Mesmo com um a menos, o Baeta conseguiu levar o empate até o apito final.

Com o resultado, o Tupynambás segue em primeiro, agora com 17 pontos, quatro a frente do Betinense, segundo colocado, e sete à frente de Coimbra e Patrocinense, terceiro e quarto, respectivamente.

Na próxima rodada, o time juiz-forano vai a Divinópolis enfrentar o Betinense. Dependendo do resultado da partida e a combinação de resultados, o Baeta pode voltar para Juiz de Fora com o acesso e com o título da Segundona Mineira.

Para conseguir a classificação para o Módulo II, a equipe precisa:

Empate contra o Betinense. Com o ponto conquistado, o alvirrubro precisa torcer para Coimbra e Patrocinense não vencerem suas partidas, contra Jacutinga e Valeriodoce, respectivamente;

Derrota para o Betinense. O Tupynambás consegue o acesso mesmo perdendo, desde que Coimbra e Patrocinense percam seus jogos;

Para conquistar o título da Segundona, é preciso:

Vencer o Betinense. Uma vitória, independente do resultado das partidas de Coimbra e Patrocinense, dá o “caneco” para o Baeta;

O Tupynambás enfrenta o Betinense no próximo sábado, 12, às 16h30, no Farião, em Divinópolis.

Ficha Técnica
Gols: Miguel (TUP), aos 2 minutos do 1º tempo; Thulio (JAC), aos 10 minutos, do 2º tempo.

Jacutinga: Ramon; Wellinton Aparecido, Deoclécio, Adriano e Tony; Alan, Willian Emmanuel, Mateus Oliveira (Rômulo) e Paulo Henrique; Mateus Henrique e Thulio

Tupynambás: César; JP (Danyllinho), José Leandro, Washington e Hipólito; Caetano, Canário, Miguel e Juninho (Igor Soares); Cassiano e Ademilson. Técnico: Gérson Evaristo

Arbitragem: Adílio Ribeiro da Silva (MG), auxiliado por Grazielle Maia Santos (MG) e Wellington Pereira Neto (MG)

Baeta empata fora de casa e adia acesso

Matheus Brum Matheus Brum 7/11/2016

O Tupynambás foi até o Sul de Minas, enfrentar o Jacutinga, na expectativa de já conseguir o acesso ao Modulo II do Campeonato Mineiro. O time saiu na frente, sofreu o empate, jogou com um a menos na parte final do segundo tempo, e trouxe um empate para Juiz de Fora. O Leão do Poço Rico continua na liderança, e pode confirmar a subida na próxima rodada, quando enfrenta o Betinense, em Divinópolis.

Miguel, logo aos dois minutos, abriu o placar em chute de fora da área. Na volta do intervalo, precisando reverter a contagem adversa, os mandantes partiram para o ataque e foram recompensados. Aos 10 minutos, Thulio Lelis, foi às redes e deixou os times novamente em igualdade.

Aos 25 minutos, Washington recebeu o segundo cartão amarelo depois de discordar da marcação de impedimento e chutar a bola para fora. Mesmo com um a menos, o Baeta conseguiu levar o empate até o apito final.

Com o resultado, o Tupynambás segue em primeiro, agora com 17 pontos, quatro a frente do Betinense, segundo colocado, e sete à frente de Coimbra e Patrocinense, terceiro e quarto, respectivamente.

Na próxima rodada, o time juiz-forano vai a Divinópolis enfrentar o Betinense. Dependendo do resultado da partida e a combinação de resultados, o Baeta pode voltar para Juiz de Fora com o acesso e com o título da Segundona Mineira.

Para conseguir a classificação para o Módulo II, a equipe precisa:

Empate contra o Betinense. Com o ponto conquistado, o alvirrubro precisa torcer para Coimbra e Patrocinense não vencerem suas partidas, contra Jacutinga e Valeriodoce, respectivamente;

Derrota para o Betinense. O Tupynambás consegue o acesso mesmo perdendo, desde que Coimbra e Patrocinense percam seus jogos;

Para conquistar o título da Segundona, é preciso:

Vencer o Betinense. Uma vitória, independente do resultado das partidas de Coimbra e Patrocinense, dá o “caneco” para o Baeta;

O Tupynambás enfrenta o Betinense no próximo sábado, 12, às 16h30, no Farião, em Divinópolis.

Ficha Técnica
Gols: Miguel (TUP), aos 2 minutos do 1º tempo; Thulio (JAC), aos 10 minutos, do 2º tempo.

Jacutinga: Ramon; Wellinton Aparecido, Deoclécio, Adriano e Tony; Alan, Willian Emmanuel, Mateus Oliveira (Rômulo) e Paulo Henrique; Mateus Henrique e Thulio

Tupynambás: César; JP (Danyllinho), José Leandro, Washington e Hipólito; Caetano, Canário, Miguel e Juninho (Igor Soares); Cassiano e Ademilson. Técnico: Gérson Evaristo

Arbitragem: Adílio Ribeiro da Silva (MG), auxiliado por Grazielle Maia Santos (MG) e Wellington Pereira Neto (MG)

-

Baeta empata fora de casa e adia acesso

Matheus Brum Matheus Brum 7/11/2016

O Tupynambás foi até o Sul de Minas, enfrentar o Jacutinga, na expectativa de já conseguir o acesso ao Modulo II do Campeonato Mineiro. O time saiu na frente, sofreu o empate, jogou com um a menos na parte final do segundo tempo, e trouxe um empate para Juiz de Fora. O Leão do Poço Rico continua na liderança, e pode confirmar a subida na próxima rodada, quando enfrenta o Betinense, em Divinópolis.

Miguel, logo aos dois minutos, abriu o placar em chute de fora da área. Na volta do intervalo, precisando reverter a contagem adversa, os mandantes partiram para o ataque e foram recompensados. Aos 10 minutos, Thulio Lelis, foi às redes e deixou os times novamente em igualdade.

Aos 25 minutos, Washington recebeu o segundo cartão amarelo depois de discordar da marcação de impedimento e chutar a bola para fora. Mesmo com um a menos, o Baeta conseguiu levar o empate até o apito final.

Com o resultado, o Tupynambás segue em primeiro, agora com 17 pontos, quatro a frente do Betinense, segundo colocado, e sete à frente de Coimbra e Patrocinense, terceiro e quarto, respectivamente.

Na próxima rodada, o time juiz-forano vai a Divinópolis enfrentar o Betinense. Dependendo do resultado da partida e a combinação de resultados, o Baeta pode voltar para Juiz de Fora com o acesso e com o título da Segundona Mineira.

Para conseguir a classificação para o Módulo II, a equipe precisa:

Empate contra o Betinense. Com o ponto conquistado, o alvirrubro precisa torcer para Coimbra e Patrocinense não vencerem suas partidas, contra Jacutinga e Valeriodoce, respectivamente;

Derrota para o Betinense. O Tupynambás consegue o acesso mesmo perdendo, desde que Coimbra e Patrocinense percam seus jogos;

Para conquistar o título da Segundona, é preciso:

Vencer o Betinense. Uma vitória, independente do resultado das partidas de Coimbra e Patrocinense, dá o “caneco” para o Baeta;

O Tupynambás enfrenta o Betinense no próximo sábado, 12, às 16h30, no Farião, em Divinópolis.

Ficha Técnica
Gols: Miguel (TUP), aos 2 minutos do 1º tempo; Thulio (JAC), aos 10 minutos, do 2º tempo.

Jacutinga: Ramon; Wellinton Aparecido, Deoclécio, Adriano e Tony; Alan, Willian Emmanuel, Mateus Oliveira (Rômulo) e Paulo Henrique; Mateus Henrique e Thulio

Tupynambás: César; JP (Danyllinho), José Leandro, Washington e Hipólito; Caetano, Canário, Miguel e Juninho (Igor Soares); Cassiano e Ademilson. Técnico: Gérson Evaristo

Arbitragem: Adílio Ribeiro da Silva (MG), auxiliado por Grazielle Maia Santos (MG) e Wellington Pereira Neto (MG)