Roberto Monti Roberto Monti 13/08/2013

Aumente a velocidade, mas respeite os sinais!

tecnologiaCom as bruscas e rápidas mudanças que ocorrem no mercado as empresas devem refletir sobre as oportunidades que surgem. As mudanças não ocorrem apenas nos mercados e sim também na tecnologia que sofre incrível impacto. O grande desafio é conviver com o excesso de capacidade existente em diversos setores e verifica-se que a questão é a demanda e não a oferta.

Quando ocorre o excesso de capacidade surge a grande competição entre as empresas, pois, boa parte dos produtos não consegue se diferenciar no mercado.

Os produtos tornam-se cada vez mais comuns e são oferecidos por inúmeras empresas – torna-se uma "commodity", pois com o auxílio da tecnologia e do conhecimento este ciclo de vida torna-se cada vez mais curto.

Isto significa como diz Kotler, utilizar a filosofia "sense and respond marketing" (perceba e responda).

A economia oferece amplas opções tanto sob o ponto de vista biológico, ecológico e da tecnologia como forma das empresas se adaptarem, como um complexo organismo que são aos inúmeros estímulos externos que recebem.

Em um ambiente competitivo e dinâmico como é o desta região, é necessário estabelecer uma estratégia que atenda não só os anseios dos Clientes (intermediários e finais) como também venham atender as necessidades da empresa. Você se contenta em ser mais uma das inúmeras empresas no mercado?

Talvez seja necessário realinhar o domínio da sua empresa, ampliando ou ajustando o escopo de seu negócio.

Conforme Kayuaki Ushibuko (Research and Development Inc.) as necessidades dos Clientes variam à medida que entram em diferentes contextos ou durante os diferentes estágios do ciclo de vida. Convém lembrar que a velocidade sem um objetivo determinado é simplesmente pressa.

Analise as vantagens que você conseguirá se for capaz de detectar as tendências antes de seus concorrentes e ganhar mercado, ou melhor, ganhar o Cliente.

Se não podemos ver o futuro, como vamos prever?

Certa vez perguntaram a um dos maiores jogadores de hóquei de todos os tempos – Wayne Gretzky – o que o tornava tão excepcional, ele disse: "A maioria dos jogadores patina para onde está o disco; eu vou para onde o disco estará!". Esta é a diferença; sua empresa deve buscar os anseios dos Clientes e atendê-los antes mesmo do que eles peçam. Seja como Wayne, saiba prever o que ocorrerá dentro dos próximos meses e com certeza obterá uma razoável vantagem sobre seus concorrentes. Habitue-se a questionar, procure aperfeiçoar cada vez mais a sua capacidade de prever. Procure responder as perguntas abaixo:

  1. Qual o verdadeiro potencial de sua organização?
  2. É necessário oferecer outros produtos/serviços para alcançar este potencial?
  3. Algum produto deve ser abandonado?
  4. O que Você deve investir na sua empresa para alcançar o seu objetivo (recursos humanos, matéria-prima, equipamentos ou capital)?
  5. Quantos Clientes e quanto eles deveriam gastar para que Você possa alcançar seu objetivo?

Muito mais do que prever, Você deve detectar as mudanças, pensando e reagindo muito mais rápido do que a concorrência.

Ao detectar as tendências, preocupe-se em conhecer quais as causas das mudanças que podem ser determinadas pelos concorrentes, pelo governo, pelos Clientes, pelo avanço da tecnologia e pelo aporte de capital.

Empresário/Executivo: O marketing proporciona "estar onde o disco estará" conforme disse Wayne.


Roberto Monti é consultor de Marketing. Co-autor do livro (IN)Fidelidade, Uma Questão de Qualidade Clientes Sonham, Empresas Concretizam. Editora Virgo - São Paulo, 09/2000.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.