Sexta-feira, 7 de janeiro de 2011, atualizada às 19h04

Preço de material escolar pode variar até 1.000%

Clecius Campos
Repórter

Foto de pessoas na papelariaOs preços dos materiais escolares em Juiz de Fora podem variar em até 1.000% dependendo da papelaria e da marca do produto. Um levantamento feito pelo Procon indica que materiais como o corretivo líquido e o plástico para encapar cadernos podem ter diferença de preço superior aos 400%. O campeão de variação é o apontador com depósito de resíduos, que pode custar de R$ 0,25 a R$ 2,80, 1.020% de diferença.

Um fichário grande de quatro furos pode custar de R$ 5,24 a R$ 19,99. O consumidor vai encontrar tesouras sem ponta entre os valores de R$ 0,60 a R$ 1,99. A régua comum é encontrada por R$ 0,25 e por R$ 1. Já a caneta marca-texto custa de R$ 0,51 a R$ 1,99 (veja a lista completa de materiais).

De acordo com o superintendente do Procon, Eduardo Schröder, como a diferença verificada pelo órgão foi muito grande, a principal dica na hora de comprar é fazer a pesquisa de preços. "É importante que o consumidor pesquise para não precisar pagar mais caro. Um aspecto relevante é que o estudo do Procon não considera as marcas, então, o consumidor tem que encontrar um ponto de equilíbrio entre o preço e a qualidade." Outra orientação de Schröder é, além de buscar o melhor preço, ficar atento aos juros de financiamentos, em caso de fazer os pagamentos parcelados.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.