• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Segunda-feira, 14 de janeiro de 2013, atualizada às 16h20

    Comerciantes apostam em aumento de até 30% nas vendas de materiais escolares, em comparação com 2012

    Nathália Carvalho
    Repórter
    Papelarias JF

    O período que antecede a volta às aulas ocasiona um grande aumento de fluxo de pais e estudantes nas papelarias da cidade. Em busca de completar a lista de material escolar, os clientes já têm lotado o comércio desde dezembro, e a expectativa do setor é de um aumento de até 30% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

    De acordo com o gerente da Palimontes, Sílio Borges, os primeiros dias de janeiro já foram de forte demanda, com um movimento 20% maior que a primeira quinzena do mesmo mês em 2012. "A partir desta semana, nossa expectativa é que as vendas se intensifiquem e a nossa meta é atingir entre 30% e 35% de crescimento", diz. Já em relação aos dias normais, a volta às aulas do início do ano gera o dobro de fluxo, principalmente na parte de livraria e objetos escolares.

    Na papelaria Mec, o intenso movimento já está sendo sentido e a expectativa é que as vendas superem em até 15% o faturamento de 2012. "As duas lojas da papelaria estão com movimento acrescido em 30% e acreditamos que na última semana de janeiro e primeira de fevereiro, as pessoas lotem ainda mais as lojas", expõe o proprietário Alfredo Ribeiro Braga. Nesse sentido, ele lembra aos pais para não deixarem de comprar os materiais na última hora. "Agora, as lojas ficam mais calmas, com um estoque mais completo e com opções diferenciadas. Quem deixar para depois, pode acabar não encontrando o que precisa."

    Por conta disso, o gerente da loja Caçula, Luciano Duarte, acredita que todo o mês de janeiro seja de grande movimento, principalmente próximo ao dia 4 de fevereiro, quando inicia-se o período letivo em muitas escolas da cidade. "Já estamos com a loja cheia desde dezembro, e esse mês atípico triplica o número de clientes. Nossa expectativa é de um aumento de 14% em relação ao ano passado", garante.

    Formas de pagamento

    Devido aos altos valores desembolsados pelos pais nesta época, os comerciantes garantem que são oferecidas formas especiais de pagamentos. "Fazemos em até dez vezes no cartão sem juros para os clientes", diz Borges. Segundo ele, devido às negociações realizadas no período de volta às aulas do ano passado, os preços estão baseados nestes valores e, por isso, estão mais baratos. "Temos produtos bem mais em conta do que em julho, até mesmo em função desse esperado crescimento no movimento, com materiais em até 70% de desconto, como lápis, giz de cera e apontador", explica.

    Na Caçula também são oferecidas formas diferenciadas de pagamentos à vista em dinheiro ou no cartão, dependendo do cadastro do cliente. Já na Mec, os critérios para o comprador podem variar entre três e quatro vezes, dependendo do valor da compra. "Vamos manter o mesmo preço do ano passado, sem reajuste", garante Braga.

    Horário especial de funcionamento

    A partir desta segunda-feira, 4 de janeiro, as papelarias, livrarias e todas as empresas que comercializam materiais escolares começam a funcionar em horário especial. De acordo com a assessoria do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio-JF), o objetivo é proporcionar aos pais e responsáveis mais tempo para pesquisar os preços e fazer suas compras.

    O acordo assinado entre o Sindicomércio e o Sindicato dos Empregados no Comércio prevê que de segunda a sexta-feira, o funcionamento desses estabelecimentos será de 8h30 às 20h, e aos sábados, de 8h30 às 16h. O horário especial irá vigorar até o dia 18 de fevereiro.

    Os textos são revisados por Juliana França

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.