SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A PRE-SP (Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo) vai investigar a visita de candidatos à empresa onde uma arquibancada desabou na terça-feira (20) em Itapecerica da Serra, Região Metropolitana de São Paulo. Os concorrentes a deputado estadual, Jones Donizette (Solidariedade), e a deputada federal, Ely Santos (Republicanos), participavam de um evento no local e também foram atingidos.

O órgão vai avaliar "se o encontro realizado na empresa implicou despesas eleitorais ou constrangimentos ao voto. A Procuradoria Regional Eleitoral vai instaurar uma notícia de fato para apurar o caso."Ao menos nove pessoas morreram e 31 ficaram feridas. O acidente ocorreu na manhã de ontem, quando cerca de 70 funcionários da empresa de contêineres Multiteiner estavam em uma reunião com candidatos no auditório do local.

Donizette chegou a postar uma foto com a camiseta suja após o acidente. Em nota, a equipe do dele informou que os candidatos ficaram presos entre os escombros, mas foram resgatados com vida. Quatro integrantes da equipe também ficaram soterrados e foram encaminhados ao hospital.

"Jones Donizette lamenta profundamente e se solidariza com as famílias vítimas desse desastre, e pede orações pra que as vítimas internadas tenham pronta recuperação", diz nota.

A candidata Ely Santos publicou um vídeo em que aparece sentada no chão após o acidente e, na sequência, mostra uma foto dela deitada em uma cama de hospital. "Ely e Jones e demais sobreviventes nasceram de novo. Nossos sinceros sentimentos à família de todas as vítimas fatais desse desastre. Luto!", escreveu ela.

Em nota publicada nas redes sociais, a empresa Multiteiner lamentou o acidente, disse que todos foram surpreendidos pelo rompimento da estrutura, e que a causa para o desabamento ainda é desconhecida. A empresa disponibilizou um canal de contato para funcionários e familiares, e se colocou "à disposição das autoridades competentes".

"Informamos que todas as medidas estão sendo adotadas para apurar e esclarecer todo o ocorrido, contudo, neste momento, estamos priorizando o apoio e assistência aos nossos colaboradores e aos seus familiares", diz a nota.

Prefeitura decretou luto. O prefeito de Itapacerica da Serra, Francisco Nakano, decretou luto de três dias na cidade. Em nota à imprensa, a prefeitura da cidade informou que o projeto do local, que tinha sido aprovado anteriormente pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), foi "irregularmente alterado" e que a regularização das mudanças junto aos órgãos públicos ainda estava em trâmite.

O arquiteto Marcelo Mota, que assessora a secretaria, afirmou que um outro proprietário pediu, em 2008, a aprovação do projeto para a Cetesb. No entanto, o imóvel foi negociado com a Multiteiner, que fez alterações ao longo do tempo.

A reportagem procurou a Cetesb a respeito do caso e aguarda retorno. A reportagem também tenta contato com representantes da Multiteiner. O espaço está aberto para manifestação.

O que diz a polícia?

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que foram solicitados exames junto ao IC (Instituto de Criminalística) e ao IML (Instituto Médico Legal)."O caso segue em investigação na Delegacia de Itapecerica da Serra, que apura todas as circunstâncias para a elucidação dos fatos. Testemunhas serão ouvidas e imagens do local estão sendo analisadas pela equipe da unidade para auxiliar nas investigações."