SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um adolescente de 16 anos foi apreendido nesta terça-feira (22) suspeito de matar o animador Bruno Vianna, 26, que se vestia como o personagem Homem-Aranha na Carreta da Alegria, em Xaxim (SC). O caso ocorreu na noite do dia 10 de novembro, por volta das 23h, quando Vianna descansava na parte interna da atração.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Wesley Costa, o adolescente teria sido o autor dos disparos e foi acompanhado por um jovem de 19 anos, que foi preso no dia do crime.

"O jovem apenas acompanhou [o adolescente]. Ele tinha uma namorada, ou ex-namorada, ainda não sabemos, e ela tinha vivido um breve relacionamento com a vítima. Esse foi o motivo do crime. O jovem teria se sentido traído e combinado o crime com o adolescente", explicou o delegado.

"Então, os dois foram até a Carreta da Alegria, onde a vítima estava dormindo. Eles chamaram por ele e, assim que ele apareceu, o adolescente que estava em posse da arma de fogo teria feito o disparo".

Costa representou pela busca e apreensão na casa do adolescente, bem como pela internação provisória dele. No cumprimento das medidas, os policiais encontraram porções de drogas, dinheiro e munição.

Desta forma, foi instaurado um novo procedimento para apurar o envolvimento deste adolescente de 16 anos com ato infracional análogo ao tráfico de drogas.

Nas redes sociais, a Carreta da Alegria havia decretado luto de dois dias após a notícia da morte de Vinna. Diversos fãs lamentaram o ocorrido.

"Vai fazer muita falta. Vá em paz Homem Aranha", escreveu uma mulher. "Que triste uma pessoa que alegrava as crianças morrer assim", comentou outra. "Ele era um dos que mais animava a carreta. Quanta alegria ele proporcionou as pessoas e agora foi levado de uma forma tão agressiva", disse uma terceira fã.

Os nomes dos investigados não foram divulgados e, por esta razão, a reportagem não localizou as respectivas defesas.