SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia tenta descobrir a identidade de um homem que aparece em câmeras de monitoramento atirando contra o condutor de uma motocicleta e seu garupa, no início da tarde desta terça-feira (22), na região da rua 25 de Março, famosa via de comércio popular, no centro da capital paulista.

Por volta das 13h50, dois rapazes, de 26 e de 21 anos, seguiam em uma moto Honda CG 160 pela avenida Senador Queirós. Ambos permaneciam internados, até a publicação desta reportagem. O estado de saúde deles não foi informado.

Ao chegar ao semáforo, fechado na esquina com a rua 25 de Março, ambos foram feridos a tiros.

Uma câmera de monitoramento, de um comércio da avenida, registrou um homem, usando máscara de proteção, retirando uma arma de fogo da cintura e correndo em direção às duas vítimas.

O momento dos disparos é encoberto por um caminhão. Instantes depois, o atirador, que usa uma pequena bolsa lateral, foge correndo, enquanto guarda a arma.

Outra câmera, instalada na rua 25 de Março, mostra as duas vítimas caindo da moto, logo após serem atingidas pelos disparos. Os tiros chamam a atenção de algumas pessoas, que circulam pela via.

O rapaz de 26 anos foi encaminhado para o Hospital das Clínicas, que afirmou não estar autorizado a passar informações sobre o estado de saúde dele. O de 21 anos foi levado para a Santa Casa de Misericórdia, que também não atualizou o estado de saúde da vítima, alegando sigilo médico.

A moto ocupada pelas vítimas foi apreendida, para ser investigada, após o Copom (Centro de Operações) da Polícia Militar afirmar que o veículo estaria envolvido em supostos roubos.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio no 8º DP (Brás), mas será investigado pelo 1º DP (Sé).

A Polícia Civil registrou sete tentativas de homicídio, na região onde os dois homens foram feridos a tiros, entre janeiro e setembro deste ano. Na capital paulista, durante o mesmo período, foram 418 casos.