SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Uma jovem de 18 anos morreu após ser atropelada "por engano" em Mairiporã (SP). Segundo a polícia paulista, o suspeito perseguia um dos amigos de Elizabeth Nayara Pedroso, mas acabou "errando o alvo" e atingindo a mulher.

Câmeras de segurança registraram o momento da perseguição, no início da manhã de sábado (21). As imagens mostram o motorista, que estava alcoolizado, descendo em alta velocidade uma ladeira, na rua Dom José Maurício da Rocha, em direção a um rapaz que corre de um lado para o outro para tentar escapar do atropelamento. Em meio à correria, o suspeito acaba atingindo Elizabeth, que acaba arremessada para cima.

A jovem ainda foi socorrida e levada ao Hospital Nossa Senhora do Desterro, na cidade da Região Metropolitana, mas não resistiu. O motorista foi preso em flagrante, segundo nota da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo). O suspeito teria alegado em depoimento que seu grupo de amigos discutiu com um grupo que acompanhava Elizabeth, nos arredores de uma padaria.

Ele então teria entrado no próprio carro, um Gol Plus, e decidiu tentar atingir um dos amigos da vítima, "errando o alvo" e batendo o veículo em um muro logo após atropelar a jovem.

Além do crime de homicídio, ele foi autuado por embriaguez ao volante e falta de habilitação. O homem não foi identificado e a polícia não deu detalhes sobre qual seria o motivo da briga entre os grupos de jovens. Elizabeth foi sepultada na tarde de ontem no Cemitério da Paz, em Caieiras (SP).