SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Quatro pessoas morreram e nove tiveram de ser hospitalizadas após a queda de um guindaste durante um festival religioso na Índia. O equipamento transportava oito pessoas suspensas a cerca de oito metros do solo quando tombou para o lado.

O acidente ocorreu neste domingo (22) na cidade de Nemili, no sudeste do país, a 80 quilômetros a oeste de Chennai, onde uma multidão se reuniu para o festival Draupathi Amman.

A procissão religiosa incluía um guindaste móvel, que transportava pessoas penduradas em uma estrutura metálica tubular.

O festival tradicional é realizado anualmente nos templos dedicados à deusa Draupathi e ao deus Mandiamman. Os fiéis, como marca de sua devoção, penduram-se no guindaste e saúdam os participantes ao longo da procissão. Ao final, enfeitam com flores as estátuas dos deuses em cada templo.

O papel das pessoas que ficam penduradas é entregar aos devotos guirlandas de flores a cada vez que o guindaste desce sobre a multidão.

TERRENO IRREGULAR

Em uma dessas manobras, porém, o equipamento se desequilibrou e tombou para o lado, perto do templo da deusa Draupathi. Um vídeo que se espalhou nas redes sociais mostra o momento em que o guindaste cai, provocando uma gritaria entre os fiéis.

As imagens também mostram pessoas correndo para ajudar os feridos depois que o guindaste caiu no chão. Porta-voz da polícia, Deepa Satyan declarou que o desastre pode ter acontecido porque o maquinário estava operando em terreno irregular.

O operador do guindaste foi detido. "Não havia permissão para usar o guindaste no festival do templo. É um templo privado. Uma investigação foi iniciada para apurar o que aconteceu", disse o magistrado do distrito de Ranipet, Bhaskara Pandiyan.