Encenações marcam a Paixão de Cristo Comunidade de Santa Luzia espera receber mais de cinco mil espectadores



Repórter: Renata Cristina
Edição: Ludmila Gusman
Design: Laura Ferreira
Abril/2007

A cada ano, os últimos momentos da vida Jesus até a sua Glória são revividos com intensidade por atores e fiéis em diversos países católicos. Em Juiz de Fora, as encenações ganham destaque nas paróquias e ruas das comunidades, que não medem esforços para retratar a história.

Com um público médio de cinco mil espectadores, o bairro Santa Luzia é conhecido por abrigar o mais tradicional espetáculo da região. Cerca de 80 pessoas estão envolvidas voluntariamente nos preparativos dos três dias de dramatização.

O enredo é representado em três atos. Já na quinta-feira, dia 05, a cerimônia de lava-pés e a prisão de Jesus são encenadas nas ruas do bairro. O julgamento, condenação e morte de Cristo têm destaque na sexta-feira, dia 06, a partir de 20h. A ressurreição é apresentada no sábado, no mesmo horário.

Há 20 anos na estrada, o grupo tenta, a cada montagem, melhorar as condições da exibição. "Temos um grande cuidado na escolha dos personagens e melhoramos muito as questões de cenografia e infra-estrutura", observa Renato Costa, um dos produtores do espetáculo.

No bairro São Pedro, o teatro ganha nova roupagem e transforma-se em um musical. Pela primeira vez, os fiéis poderão assistir à Paixão de Cristo contada através de sons e coreografias, em Juiz de Fora.

Jesus na Cruz Jesus na Cruz

A mixagem foi realizada pelo grupo católico Kriê e as canções serão interpretadas ao vivo por diversos cantores convidados. "Em 11 anos fizemos teatro de rua. Este ano, nos sentimos à vontade para inovar. Esperamos que o público goste", diz uma das diretoras do musical Bárbara Simões Daibert.

Em outro formato, a Igreja da Glória realiza a Via Sacra, mesclando a participação de fiéis e atores. Além do programado nos ensaios, a equipe contará com a interação do público, convidando algumas pessoas da comunidade para a encenação.

O objetivo é dramatizar os 15 momentos mais marcantes do final da vida de Cristo, além da ressurreição. "O padre juntamente com a equipe litúrgica irá ler as estações e promover a meditação. O grupo Redentorarte ficará responsável pela dramatização", explica o responsável pelo grupo Nelson Heleno.

Grupo Semana Santa (GSS) – Bairro Santa Luzia

Datas: 05/04, às 22h, 06/04, às 20h e 07/04, às 20h Local: início na Rua Almiro Ribeiro de Toledo

O Grupo Teatral de Santa Luzia já encena a Paixão de Cristo há 20 anos na paróquia. Cerca de 80 pessoas, entre atores, figurantes e equipe de produção participam do espetáculo.

A equipe de produção trabalha toda sexta-feira para a preparação dos dois palcos utilizados no dia. A encenação começa na Rua Almiro Ribeiro de Toledo e segue em procissão pelas ruas do Bairro Santa Luzia. A média de público é de aproximadamente 5 mil pessoas.

*Informações cedidas pela Arquidiocese de JF.

Grupo de Teatro Judac – Bairro São Pedro

Data: 06/04, às 19h
Local: Estação São Pedro

O Grupo Teatral Judac promove, na Semana Santa deste ano, um musical da vida de Cristo. Esta já é a 12ª edição da encenação de Páscoa realizada pelo Judac, sempre com figurinos confeccionados por costureiras da comunidade que doam o seu trabalho. Na produção, eles também contam com a ajuda da comunidade, totalizando mais de 80 pessoas envolvidas no espetáculo.

A encenação desse ano começa com uma música que narra a criação do mundo, passando pelo momento da esperança, simbolizado por Nossa Senhora, até a morte de Jesus Cristo. São esperadas mais de 2 mil pessoas.

*Informações cedidas pela Arquidiocese de JF.

Grupo Redentorarte – Igreja da Glória

Data: 06/04, às 9h
Local: Igreja da Glória

O Grupo Redentorarte exibe junto à Via Sacra, uma caracterização de personagens que marcaram a vida de Jesus. Pessoas caracterizadas de Jesus, Maria, os guardas e Pôncio Pilatos serão alguns dos personagens representados durante a caminhada.

São mais de 20 pessoas envolvidas. Um dos diretores do grupo, Nelson Heleno Colares, explica que o destaque do evento é a participação do público, já que antes da Via Sacra serão distribuídos alguns figurinos para que as pessoas possam integrar o núcleo de figurantes. O Grupo Redentorarte existe há 6 anos na Paróquia da Glória.

*Informações cedidas pela Arquidiocese de JF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...