Quibe assado de batata Uma opção bem fácil e nutritiva para o primeiro dia do ano



Repórter: Fernanda Leonel
Design: Laura Martins Ferreira

Que tal aprender uma receita fácil, saborosa e que pode substituir ou acrescentar suas refeições no primeiro dia de 2008?

A dica é conhecer e aprender a fazer o quibe de batata assado. Uma receita árabe, que pode ser servida junto com uma salada na hora do almoço, ou mesmo ser "a boa" na hora do lanche da tarde.

Saudável, o quibe ainda tem outro trunfo que promete agradar muita gente: não é muito calórico. E para quem se gosta de seguir à regra todas as tradições, a mesma receita - com cerca de 100 gramas a menos de trigo - serve para fazer a massa que pode ser comida sem necessidade de ir ao forno.

Quem ensina essa delícia é a culinarista Maria de Lourdes Nader Farah (foto abaixo). Como o próprio sobrenome indica, ela é descendente de árabes e acabou se especializando como culinarista dessa área.

"Essa receita segue a risca a tradição. Está exatamente igual ao que minha avó, por exemplo, fazia há muitos anos. É saborosa e ainda muito saudável. Uma opção e tanto para quem não quer comer carne nos próximos dias", aconselha a culinarista.

O quibe assado de batata também é um prato que tem custo baixo. Os ingredientes são simples, fáceis de achar e não pesam no bolso de ninguém. Aliás, com essa receita é possível fazer cinco porções da delícia.

A primeira coisa que quem topar a parada deve saber é que é preciso lavar o trigo uma hora antes de começar a colocar a mão na massa...literalemente. O ingrediente que é um dos principais fica mais gostoso quando acaba obedecendo esse "ritual", segundo explica Maria de Lourdes.

No mais, é tudo simples. Dourar as cebolas no azeite - que também não falta para dar mais sabor à mistura de trigo, batata e demais ingredientes -, fazer uma massa de hortelã e temperar com a típica pimenta síria. Facilmente encontrada em Juiz de Fora, de acordo com a culinarista.

O recheio do quibe, que é feito com queijo, também é uma oportunidade para quem resolveu se arriscar na cozinha provar novos sabores. Para a especialista em comida árabe, que fez a receita da vez com o famosos queijo Minas, vale a criatividade na hora de escolher qual vai ser o tipo do queijo usado no quibe.

"Eu só não aconselho as pessoas a usarem o Chedar, que acredito que é forte. Mas também nunca experimentei. De repente para quem gosta muito pode ser uma opção. Mas tirando ele, fica a escolha de quem tem mais preferência por esse ou aquele sabor".

Acesse as receitas do Só Sabor!
Clique aqui e cadastre suas receitas.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.