• Assinantes
  • Autenticação
  • Turismo

    Copa do Mundo na África pode sair por até R$ 100 milAlto valor dos pacotes inibe procura em agências de viagem e operadoras. Copa de 2014 no país também é um dos motivos para a baixa

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração
    24/3/2010

    A poucos meses do início da Copa do Mundo de 2010, primeira competição a ser realizada no continente africano, a procura por pacotes de viagens e estadia nas operadoras e agências especializadas tem sido bastante baixa. O pacote completo para duas pessoas, com duração de 31 dias, sem o acréscimo dos ingressos e gastos pessoais pode chegar a R$ 91 mil, se adquirido nesta quarta-feira, dia 24 de março, com a cotação do dólar a R$ 1,91. Com o acréscimo do valor de todos os ingressos dos jogos nos lugares de categoria superior, o preço aumenta aproximadamente R$ 10.400.

    As empresas oferecem pacotes para todas as fases e jogos, mas, mesmo com a diminuição no tempo de permanência no país, o valor na ponta do lápis ainda é salgado. O pacote mais barato, com nove noites de hospedagem, para o primeiro jogo, custa, em média, R$ 16.600 por pessoa. Para a primeira fase, com três jogos e 12 noites, o valor atinge R$ 23 mil. Para os pacotes de quartas de final, semi e final, o custo chega a R$ 19 mil. Geralmente, o pacote inclui hospedagem em hotéis três estrelas, passagem aérea, passeios, translado para os jogos, assistência de guias, seguro viagem e café da manhã.

    "Até agora tivemos pouca procura, dez pessoas se interessaram. Quando a pessoa faz a pesquisa, o preço assusta. Apenas uma pessoa pediu uma consulta mais elaborada. A tendência é que o número de interessados caia, pois a possibilidade de parcelar em várias vezes diminui com a proximidade do evento", diz o operador de turismo de uma agência, Jorge Carneiro. Mascote da CopaOutro motivo apontado por Carneiro como um dos empecilhos para a procura por pacotes para a Copa de 2010 é justamente o fato de o Brasil sediar a Copa de 2014, pois os brasileiros poderão viajar para assistir aos jogos com o preço mais acessível.

    No local onde a agente de viagem Suelen Silva trabalha, não houve procura. "Quando a pessoa quer viajar, não é a distância ou a cultura que impede, mas o alto valor do passeio", ressalta. Em outra agência de turismo, a consultora Adriana Sampaio indica que pouco mais de dez pessoas manifestaram vontade de ir à África. "Algumas pessoas cogitam irem apenas para a final, mas se questionam se o Brasil vai ou não chegar até esta etapa", ressalta.

    Em relação à quantidade de recursos que é aconselhável levar, a consultora relativiza pelo interesse de cada um. "Se a pessoa quer o padrão, apenas para ver os jogos, R$ 100 por dia é recomendado. Se ela busca mais sofisticação, principalmente na alimentação, pode orçar em R$ 400 por dia." Carneiro aconselha também, além do dólar levar a moeda local, que equivale a cerca de R$ 4, para despesas menores. 

    Cotação do dólar

    Para aqueles que já decidiram pela viagem, outro alerta é em relação à cotação do dólar. Segundo a operadora de uma casa de câmbio, a tendência nos períodos de férias é que o dólar suba no mercado financeiro. "É aconselhável a pessoa adquirir a moeda em março ou abril. No final de maio do ano passado, o dólar já estava subindo", pontua a agente Teresa Campos. Outra operadora, Mayra Valverde, ressalta a importância da consulta frequente às variações no mercado financeiro. "É importante acompanhar as variações no mercado. É muito difícil prever cotações para os meses seguintes." 

    *Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.