Quinta-feira, 13 de agosto de 2020, atualizada às 10h58

Semana Rainbow: empregabilidade da comunidade LGBTQIA+ é tema de debate nesta quinta-feira

Da redação

Um dos principais desafios da comunidade LGBTQIA+ é a conquista de um espaço no mercado de trabalho. O cenário é causado, muitas vezes, pelo preconceito e pela falta de oportunidade o que obriga essa população a buscar novas formas de se encaixar ou de empreender. Sob essa perspectiva, a programação da IV Semana Rainbow da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) discute nesta quinta-feira, 13 de agosto, o tema “Empregabilidade LGBTQIA+: olhares para o futuro”. As atividades acontecem virtualmente, à partir das 20h, e podem ser acompanhadas no Youtube.

A roda de conversa “Empregabilidade LGBTQIA+: olhares para o futuro” conta com a participação de profissionais que trabalham em ambientes que fomentam a política de inclusão para receber a comunidade LGBTQIA+, como é o caso da gerente de marketing da cervejaria São Bartolomeu, Denylu Costa; da diretora de empregabilidade e qualidade da Câmara de Comércio LGBT da Prefeitura de São Paulo, Fê Maidel; e do líder da rede de diversidade LGBT+ na Dow Brasil, Renan Henrique. A mediação fica sob a responsabilidade do jornalista Talison Vardiero.

A programação também traz a participação de casos de empreendedorismo LGBTQIA+, com profissionais que criaram métodos de revolucionar o mercado por meio de estratégias e criatividade. Há também apresentações dos projetos Gastromúsica e Maquiarte; orientações do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); além da exibição da mostra dos projetos aprovados nos editais disponibilizados pela organização da Semana Rainbow.

Empreender LGBTQIA+: relatos e experiências

Integrantes da comunidade LGBTQIA+ ganham espaço para relatar métodos diferentes e criativos para promover as diversas formas de empreender. Entre os participantes estão o estudante de jornalismo e digital influencer, Maykon Nutella; e a sommelier de vinho, Nara Cantarutti.

Gastromúsica

Trazendo musicalidade para as questões relacionadas à boa alimentação, a nutricionista, Tânia Bicalho, inova ao criar a Música Popular Nutritiva (MPN). A proposta visa promover saúde, prevenir doenças e valorizar a alimentação por meio de uma forma lúdica. As canções de própria autoria, ou paródias de grandes sucessos, alcançam os mais diversos públicos e os permite ter acesso a informações sobre alimentação saudável, mesmo que de uma forma descontraída e informal.

Maquiarte

A proposta do estudante Leonardo Alberto Lorenzi Neto consiste em uma oficina prática de maquiagem artística ministrada pela drag queen Loren Z. O intuito é mostrar que a arte drag pode e deve ser feita por qualquer pessoa independente de idade, raça, credo ou sexualidade. A performer introduz ao público o uso de materiais simples, por exemplo, papel, cola e tinta, e ensina as técnica por meio de passos rápidos e didáticos, com uma fala divertida e leve.

Quinta-feira, 13 de agosto

Tema: Empregabilidade LGBTQIA+: olhares para o futuro
20h – Abertura
20h05 – Teatro do Indivíduo convida!
20h10 – Roda de conversa Empregabilidade LGBTQIA+: olhares para o futuro
20h50 – Empreender LGBTQIA+: Relatos e experiências
21h05 – Projeto Gastromúsica por Tânia Bicalho
21h25 – Projeto Maquiarte
21h45 – Olhar diverso. Mostra dos projetos aprovados nos editais
21h50 – Como podemos te ajudar a empreender? Sebrae Juiz de Fora apresenta estratégias para empreender

Veja programação completa IV Semana Rainbow da UFJF aqui.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.