Quarta-feira, 14 de maio de 2008, atualizada às 13h

Aumenta o número de interessados em tirar carteira de motociclista. Índice de aprovação nos exames é fraco, cerca de 30%



Daniele Gruppi
Repórter

O número de interessados em tirar carteira de motociclista aumenta em Juiz de Fora. Os motivos são apontados pelo instrutor de uma auto-escola da cidade, Wanderson Luís Costa Lima: "o veículo é mais barato e econômico".

A secretária de uma outra auto-escola, Graciele Gomes, completa dizendo que a facilidade no pagamento para adquirir a moto e também os problemas no trânsito são fatores que acentuam a procura. "No verão percebemos ainda que há mais candidatos fazendo suas matrículas para realizar a avaliação"

As auto-escolas na cidade encaminham cerca de 20 alunos por mês para realizarem os exames. Entretanto, os candidatos não vão encontrar facilidades na prova. "A média de aprovação na cidade é de 30%", afirma o instrutor. Para Graciele, a banca examinadora é rigorosa, mas acredita que o estado emocional do candidato é o que determina a sua aprovação.

Lima questiona a maneira como o exame prático de direção é avaliado. "São feitos em uma motopista fechada, o que foge da realidade das ruas". O Denatran informou que são feitos vários estudos visando melhorar o teste de habilidades do piloto.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.