Quarta-feira, 1º de outubro de 2008, atualizada às 11h38

Prefeitura anuncia orçamento de R$ 872 milhões para 2009



Priscila Magalhães
Repórter

Quem assumir a Prefeitura em 2009 vai contar com um orçamento de R$ 872.645.328,10, conforme anúncio feito pelo prefeito José Eduardo Araújo em coletiva na tarde desta terça-feira, 30 de setembro. Deste total, 47%, o que corresponde a R$ 391.807.952, referem-se a recursos do tesouro e 53%, referente a R$ 443.566.190, são relativos à conta vinculada.

As despesas com pessoal representam 50% do orçamento (R$ 343.807.952). As pastas da saúde e educação são as que vão receber maior parte dos recursos com, respectivamente, R$ 243.328.699 e R$ 72.385.594. Araújo diz que o orçamento está bastante detalhado e foi feito de acordo com as possibilidades do município.

Segundo ele, não houve corte de recursos, mas um balanceamento entre a parte de pessoal, encargos e custeio. "Conversamos com os secretários das maiores pastas e, às menores, vamos garantir verba para despesa com pessoal e encargos". Para ele, o prefeito eleito para 2009 vai ter margem de ação para administrar. "Quem vier, vai entrar com as contas pagas".

O orçamento já foi encaminhado à Câmara Municipal para aprovação. A coordenadoria de Comunicação Social da Câmara informa em seu site que "os vereadores terão até o dia 31 de dezembro para votar o orçamento, mas até lá, eles poderão apresentar suas emendas, garantindo recursos para a realização de obras na cidade".

Ainda durante a coletiva, o prefeito entrou na questão de obras já iniciadas. Ele anunciou que nesta sexta-feira, 03 de outubro, vai se reunir com o reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora, Henrique Duque, para discutir sobre a construção do Ginásio Poliesportivo, cuja contrapartida é de responsabilidade da Universidade, que também vai administrá-lo (leia, em arquivo, sobre a parceria).

Sobre as obras do restaurante popular, das casas populares e de despoluição do rio Paraibuna, Araújo diz que elas continuam sem definição. Para o restaurante há o interesse de parceria por parte do Senac, mas nada foi fechado.

ANTT proíbe parada de ônibus interestadual em perímetro urbano

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou um ofício à Prefeitura proibindo que ônibus interestaduais parem em pontos urbanos. A medida vai entrar em vigor a partir do dia 10 de outubro. Dessa forma, os passageiros vão ter que embarcar e desembarcar somente na rodoviária.

No dia 1º de setembro deste ano, a Prefeitura havia liberado a parada dos ônibus na avenida Independência, em frente ao antigo restaurante Bifão, e, no sentido contrário, na altura da Praça Jarbas de Lery Santos.

Araújo lamentou a decisão da ANTT, já que a parada dos ônibus não atrapalha o trânsito no local. Segundo o documento, as paradas não oferecem proteção a passageiros e motoristas e dificulta a análise de passagens e documentos.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.