Segunda-feira, 5 de novembro de 2012, atualizada às 16h45

Nível do córrego Humaitá sobe e inunda casas e comércios em Juiz de Fora

Andréa Moreira
Repórter
Tempo em Juiz de Fora

A Defesa Civil de Juiz de Fora registrou na noite do último domingo, 4 de novembro, alagamentos nos bairros Jardim Natal e Francisco Bernardino, devido às fortes chuvas. A assessoria da Defesa Civil afirma que o córrego Humaitá, que corta essas regiões, transbordou e alagou casas e comércios nestes locais. Ainda de acordo com a assessoria, cinco famílias solicitaram ajuda da pasta, com pedido de cestas básicas, colchões e roupas de cama.

O 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, das 10h01 do último domingo, 4, até às 10h desta segunda-feira, 5, 74mm de chuva. "Apesar de ser uma quantidade grande de água, este nível é considerado normal para este período," informa a meteorologista Anete Fernandes.

Para os próximos dias, a previsão do Inmet é que o tempo permaneça nublado a parcialmente nublado até a sexta-feira, 9. Nesta terça-feira a temperatura deve girar entre 16º C, a mínima, e 31º C, a máxima. "Durante o dia devem ocorrer chuvas isoladas, com o sol entre nuvens," ressalta Anete.

Ocorrências

A assessoria da Defesa Civil afirma que desde outubro até esta segunda-feira, 4, foram contabilizadas 23 ocorrências em Juiz de Fora, sendo dez na região Norte, cinco na Leste, três na Sul, duas na Sudeste, outras duas na Nordeste e uma na região Central. Do total, 11 foram relativas a orientações. De acordo com a Defesa Civil, caso as pessoas observem algum problema em suas casas ou comércios, devem sair imediatamente do local e ligar para a Defesa Civil pelo número 199.

Orientações

A Defesa Civil realiza um trabalho preventivo durante todo o ano, o qual é reforçado nesta época, devido ao aumento das chuvas. Confira, abaixo, algumas dicas que devem ser seguidas neste período:

  • Não jogue lixo nas ruas e encostas;
  • Evite cortar o terreno para construir. Se você já executou o corte e sua casa se encontra no platô (parte elevada e plana de um terreno), é necessário executar obras de contenção dos taludes, bem como obras para drenagem superficial;
  • Em alguns casos é necessário executar obras para contenção. Neste caso é importante contratar serviços de um profissional de engenharia;
  • Providencie a captação das águas pluviais provenientes dos telhados, lajes e laterais da edificação, através de tubulações, até a rua situada em nível inferior;
  • Não jogue as águas pluviais na rede de esgoto;
  • Não construa fossas sem consulta prévia à Cesama;
  • Verifique periodicamente se existem vazamentos nas tubulações de esgoto e, caso existam, conserte-as rapidamente;
  • Ao construir muros de divisa, direcione corretamente as águas pluviais, utilizando tubos de drenagem, canaletas impermeabilizadas, etc;
  • Consulte um engenheiro quando pretender iniciar escavações para construção de fundações;
  • Não encoste a casa em nenhum talude ou muro de arrimo;
  • Bananeiras devem ser removidas. Entretanto, a cobertura vegetal é uma importante aliada na proteção dos taludes contra a erosão.

Os textos são revisados por Juliana França

Segunda-feira, 5 de novembro de 2012, atualizada às 16h45

Nível do córrego Humaitá sobe e inunda casas e comércios em Juiz de Fora

Andréa Moreira
Repórter
Tempo em Juiz de Fora

A Defesa Civil de Juiz de Fora registrou na noite do último domingo, 4 de novembro, alagamentos nos bairros Jardim Natal e Francisco Bernardino, devido às fortes chuvas. A assessoria da Defesa Civil afirma que o córrego Humaitá, que corta essas regiões, transbordou e alagou casas e comércios nestes locais. Ainda de acordo com a assessoria, cinco famílias solicitaram ajuda da pasta, com pedido de cestas básicas, colchões e roupas de cama.

O 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, das 10h01 do último domingo, 4, até às 10h desta segunda-feira, 5, 74mm de chuva. "Apesar de ser uma quantidade grande de água, este nível é considerado normal para este período," informa a meteorologista Anete Fernandes.

Para os próximos dias, a previsão do Inmet é que o tempo permaneça nublado a parcialmente nublado até a sexta-feira, 9. Nesta terça-feira a temperatura deve girar entre 16º C, a mínima, e 31º C, a máxima. "Durante o dia devem ocorrer chuvas isoladas, com o sol entre nuvens," ressalta Anete.

Ocorrências

A assessoria da Defesa Civil afirma que desde outubro até esta segunda-feira, 4, foram contabilizadas 23 ocorrências em Juiz de Fora, sendo dez na região Norte, cinco na Leste, três na Sul, duas na Sudeste, outras duas na Nordeste e uma na região Central. Do total, 11 foram relativas a orientações. De acordo com a Defesa Civil, caso as pessoas observem algum problema em suas casas ou comércios, devem sair imediatamente do local e ligar para a Defesa Civil pelo número 199.

Orientações

A Defesa Civil realiza um trabalho preventivo durante todo o ano, o qual é reforçado nesta época, devido ao aumento das chuvas. Confira, abaixo, algumas dicas que devem ser seguidas neste período:

  • Não jogue lixo nas ruas e encostas;
  • Evite cortar o terreno para construir. Se você já executou o corte e sua casa se encontra no platô (parte elevada e plana de um terreno), é necessário executar obras de contenção dos taludes, bem como obras para drenagem superficial;
  • Em alguns casos é necessário executar obras para contenção. Neste caso é importante contratar serviços de um profissional de engenharia;
  • Providencie a captação das águas pluviais provenientes dos telhados, lajes e laterais da edificação, através de tubulações, até a rua situada em nível inferior;
  • Não jogue as águas pluviais na rede de esgoto;
  • Não construa fossas sem consulta prévia à Cesama;
  • Verifique periodicamente se existem vazamentos nas tubulações de esgoto e, caso existam, conserte-as rapidamente;
  • Ao construir muros de divisa, direcione corretamente as águas pluviais, utilizando tubos de drenagem, canaletas impermeabilizadas, etc;
  • Consulte um engenheiro quando pretender iniciar escavações para construção de fundações;
  • Não encoste a casa em nenhum talude ou muro de arrimo;
  • Bananeiras devem ser removidas. Entretanto, a cobertura vegetal é uma importante aliada na proteção dos taludes contra a erosão.

Os textos são revisados por Juliana França

-
Segunda-feira, 5 de novembro de 2012, atualizada às 16h45

Nível do córrego Humaitá sobe e inunda casas e comércios em Juiz de Fora

Andréa Moreira
Repórter
Tempo em Juiz de Fora

A Defesa Civil de Juiz de Fora registrou na noite do último domingo, 4 de novembro, alagamentos nos bairros Jardim Natal e Francisco Bernardino, devido às fortes chuvas. A assessoria da Defesa Civil afirma que o córrego Humaitá, que corta essas regiões, transbordou e alagou casas e comércios nestes locais. Ainda de acordo com a assessoria, cinco famílias solicitaram ajuda da pasta, com pedido de cestas básicas, colchões e roupas de cama.

O 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, das 10h01 do último domingo, 4, até às 10h desta segunda-feira, 5, 74mm de chuva. "Apesar de ser uma quantidade grande de água, este nível é considerado normal para este período," informa a meteorologista Anete Fernandes.

Para os próximos dias, a previsão do Inmet é que o tempo permaneça nublado a parcialmente nublado até a sexta-feira, 9. Nesta terça-feira a temperatura deve girar entre 16º C, a mínima, e 31º C, a máxima. "Durante o dia devem ocorrer chuvas isoladas, com o sol entre nuvens," ressalta Anete.

Ocorrências

A assessoria da Defesa Civil afirma que desde outubro até esta segunda-feira, 4, foram contabilizadas 23 ocorrências em Juiz de Fora, sendo dez na região Norte, cinco na Leste, três na Sul, duas na Sudeste, outras duas na Nordeste e uma na região Central. Do total, 11 foram relativas a orientações. De acordo com a Defesa Civil, caso as pessoas observem algum problema em suas casas ou comércios, devem sair imediatamente do local e ligar para a Defesa Civil pelo número 199.

Orientações

A Defesa Civil realiza um trabalho preventivo durante todo o ano, o qual é reforçado nesta época, devido ao aumento das chuvas. Confira, abaixo, algumas dicas que devem ser seguidas neste período:

  • Não jogue lixo nas ruas e encostas;
  • Evite cortar o terreno para construir. Se você já executou o corte e sua casa se encontra no platô (parte elevada e plana de um terreno), é necessário executar obras de contenção dos taludes, bem como obras para drenagem superficial;
  • Em alguns casos é necessário executar obras para contenção. Neste caso é importante contratar serviços de um profissional de engenharia;
  • Providencie a captação das águas pluviais provenientes dos telhados, lajes e laterais da edificação, através de tubulações, até a rua situada em nível inferior;
  • Não jogue as águas pluviais na rede de esgoto;
  • Não construa fossas sem consulta prévia à Cesama;
  • Verifique periodicamente se existem vazamentos nas tubulações de esgoto e, caso existam, conserte-as rapidamente;
  • Ao construir muros de divisa, direcione corretamente as águas pluviais, utilizando tubos de drenagem, canaletas impermeabilizadas, etc;
  • Consulte um engenheiro quando pretender iniciar escavações para construção de fundações;
  • Não encoste a casa em nenhum talude ou muro de arrimo;
  • Bananeiras devem ser removidas. Entretanto, a cobertura vegetal é uma importante aliada na proteção dos taludes contra a erosão.

Os textos são revisados por Juliana França