Segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014, atualizada às 17h20

Volta às aulas: trânsito cresce 30% em relação às férias

Laura Lewer
*Colaboração
Controle de Tráfego em Área (CTA)

Só na rede das escolas municipais de Juiz de Fora, 44 mil alunos voltaram às aulas nesta segunda-feira, 3 de fevereiro. Somando esse número com os dados das escolas estaduais e privadas, a impressão é de que o trânsito sofre um grande aumento, quando, na verdade, ele só volta ao normal. De acordo com o o chefe do Departamento de Fiscalização de Transporte e Trânsito da Settra, Paulo Peron Junior, com a volta às aulas, o setor de Controle de Tráfego em Área (CTA) calcula que o fluxo sofre 30% de aumento. "Na verdade não significa que o fluxo cresceu, porque na época das férias escolares ele diminui. É só uma volta aos padrões normais", afirma Peron. 

Ainda segundo Paulo, a rotina do período letivo também se normaliza quando se trata dos agentes de transporte e trânsito que cuidam das regiões das escolas auxiliando na travessia dos pedestres e fiscalizando o trânsito para evitar infrações. Seis escolas, três na região central e três em outros bairros são mais fiscalizadas devido o grande fluxo de pedestres e veículos. 

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF

Segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014, atualizada às 17h20

Volta às aulas: trânsito cresce 30% em relação às férias

Laura Lewer
*Colaboração
Controle de Tráfego em Área (CTA)

Só na rede das escolas municipais de Juiz de Fora, 44 mil alunos voltaram às aulas nesta segunda-feira, 3 de fevereiro. Somando esse número com os dados das escolas estaduais e privadas, a impressão é de que o trânsito sofre um grande aumento, quando, na verdade, ele só volta ao normal. De acordo com o o chefe do Departamento de Fiscalização de Transporte e Trânsito da Settra, Paulo Peron Junior, com a volta às aulas, o setor de Controle de Tráfego em Área (CTA) calcula que o fluxo sofre 30% de aumento. "Na verdade não significa que o fluxo cresceu, porque na época das férias escolares ele diminui. É só uma volta aos padrões normais", afirma Peron. 

Ainda segundo Paulo, a rotina do período letivo também se normaliza quando se trata dos agentes de transporte e trânsito que cuidam das regiões das escolas auxiliando na travessia dos pedestres e fiscalizando o trânsito para evitar infrações. Seis escolas, três na região central e três em outros bairros são mais fiscalizadas devido o grande fluxo de pedestres e veículos. 

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF

-
Segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014, atualizada às 17h20

Volta às aulas: trânsito cresce 30% em relação às férias

Laura Lewer
*Colaboração
Controle de Tráfego em Área (CTA)

Só na rede das escolas municipais de Juiz de Fora, 44 mil alunos voltaram às aulas nesta segunda-feira, 3 de fevereiro. Somando esse número com os dados das escolas estaduais e privadas, a impressão é de que o trânsito sofre um grande aumento, quando, na verdade, ele só volta ao normal. De acordo com o o chefe do Departamento de Fiscalização de Transporte e Trânsito da Settra, Paulo Peron Junior, com a volta às aulas, o setor de Controle de Tráfego em Área (CTA) calcula que o fluxo sofre 30% de aumento. "Na verdade não significa que o fluxo cresceu, porque na época das férias escolares ele diminui. É só uma volta aos padrões normais", afirma Peron. 

Ainda segundo Paulo, a rotina do período letivo também se normaliza quando se trata dos agentes de transporte e trânsito que cuidam das regiões das escolas auxiliando na travessia dos pedestres e fiscalizando o trânsito para evitar infrações. Seis escolas, três na região central e três em outros bairros são mais fiscalizadas devido o grande fluxo de pedestres e veículos. 

*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF