Quarta-feira, 21 de maio de 2014, atualizada às 11h59

Operação Impacto prende 12 pessoas por roubo em Juiz de Fora

Eduardo Maia
Repórter
Operação Impacto

A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta feira, 21 de maio, oito dos 12 capturados pela Operação Impacto, com foco em roubos a estabelecimentos comerciais no Centro e em bairros de Juiz de Fora. Duas armas de fogo, um simulacro, porções de crack, pés de maconha e cerca de R$ 2.400 em dinheiro também foram recolhidos na ação realizada em conjunto com a Polícia Militar.

Os criminosos abordaram um taxista, postos de combustível, uma joalheria, uma imobiliária e uma padaria. Sete deles foram conduzidos por roubo, sendo emitido o mandado de prisão. Ao todo, a operação reuniu 84 policiais militares e 24 policiais civis.

De acordo com a delegada Sheila Aparecida Melo Pedrosa, os materiais roubados não puderam ser recolhidos. "Se eles não são pegos em flagrante, só depois de um trâmite junto a Justiça é que podemos atuar. A gente sabe que a maioria dos roubos é para consumo de drogas e, rapidamente, o material é passado adiante", explica.

Operação ImpactoA titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, afirma que existe a suspeita dos presos estarem ligados a uma organização criminosa. "Ainda estamos em processo de investigação, mas a gente acredita que façam parte de uma quadrilha, porque todos os conduzidos são da Vila Olavo Costa e se conhecem", diz.

Dois capturados pela Polícia Militar na Cidade Alta possuem antecedentes na cidade de Belo Horizonte, com registros de participação em cinco assaltos a postos de combustíveis e depósito de gás na capital mineira.

O tenente-coronel da PM Renato Sampaio Preste revelou que a operação do 2º Batalhão da Polícia Militar se concentrou nas regiões da Vila Olavo Costa, Vila Ideal e Furtado de Menezes. Além destes locais, também foram realizadas operações nas cidades de Bicas e Matias Barbosa. 

Quarta-feira, 21 de maio de 2014, atualizada às 11h59

Operação Impacto prende 12 pessoas por roubo em Juiz de Fora

Eduardo Maia
Repórter
Operação Impacto

A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta feira, 21 de maio, oito dos 12 capturados pela Operação Impacto, com foco em roubos a estabelecimentos comerciais no Centro e em bairros de Juiz de Fora. Duas armas de fogo, um simulacro, porções de crack, pés de maconha e cerca de R$ 2.400 em dinheiro também foram recolhidos na ação realizada em conjunto com a Polícia Militar.

Os criminosos abordaram um taxista, postos de combustível, uma joalheria, uma imobiliária e uma padaria. Sete deles foram conduzidos por roubo, sendo emitido o mandado de prisão. Ao todo, a operação reuniu 84 policiais militares e 24 policiais civis.

De acordo com a delegada Sheila Aparecida Melo Pedrosa, os materiais roubados não puderam ser recolhidos. "Se eles não são pegos em flagrante, só depois de um trâmite junto a Justiça é que podemos atuar. A gente sabe que a maioria dos roubos é para consumo de drogas e, rapidamente, o material é passado adiante", explica.

Operação ImpactoA titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, afirma que existe a suspeita dos presos estarem ligados a uma organização criminosa. "Ainda estamos em processo de investigação, mas a gente acredita que façam parte de uma quadrilha, porque todos os conduzidos são da Vila Olavo Costa e se conhecem", diz.

Dois capturados pela Polícia Militar na Cidade Alta possuem antecedentes na cidade de Belo Horizonte, com registros de participação em cinco assaltos a postos de combustíveis e depósito de gás na capital mineira.

O tenente-coronel da PM Renato Sampaio Preste revelou que a operação do 2º Batalhão da Polícia Militar se concentrou nas regiões da Vila Olavo Costa, Vila Ideal e Furtado de Menezes. Além destes locais, também foram realizadas operações nas cidades de Bicas e Matias Barbosa. 

-
Quarta-feira, 21 de maio de 2014, atualizada às 11h59

Operação Impacto prende 12 pessoas por roubo em Juiz de Fora

Eduardo Maia
Repórter
Operação Impacto

A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta feira, 21 de maio, oito dos 12 capturados pela Operação Impacto, com foco em roubos a estabelecimentos comerciais no Centro e em bairros de Juiz de Fora. Duas armas de fogo, um simulacro, porções de crack, pés de maconha e cerca de R$ 2.400 em dinheiro também foram recolhidos na ação realizada em conjunto com a Polícia Militar.

Os criminosos abordaram um taxista, postos de combustível, uma joalheria, uma imobiliária e uma padaria. Sete deles foram conduzidos por roubo, sendo emitido o mandado de prisão. Ao todo, a operação reuniu 84 policiais militares e 24 policiais civis.

De acordo com a delegada Sheila Aparecida Melo Pedrosa, os materiais roubados não puderam ser recolhidos. "Se eles não são pegos em flagrante, só depois de um trâmite junto a Justiça é que podemos atuar. A gente sabe que a maioria dos roubos é para consumo de drogas e, rapidamente, o material é passado adiante", explica.

Operação ImpactoA titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, Patrícia Ribeiro de Souza Oliveira, afirma que existe a suspeita dos presos estarem ligados a uma organização criminosa. "Ainda estamos em processo de investigação, mas a gente acredita que façam parte de uma quadrilha, porque todos os conduzidos são da Vila Olavo Costa e se conhecem", diz.

Dois capturados pela Polícia Militar na Cidade Alta possuem antecedentes na cidade de Belo Horizonte, com registros de participação em cinco assaltos a postos de combustíveis e depósito de gás na capital mineira.

O tenente-coronel da PM Renato Sampaio Preste revelou que a operação do 2º Batalhão da Polícia Militar se concentrou nas regiões da Vila Olavo Costa, Vila Ideal e Furtado de Menezes. Além destes locais, também foram realizadas operações nas cidades de Bicas e Matias Barbosa.