Sexta-feira, 4 de abril de 2014, atualizada às 10h59

Polícia Civil apreende 30 máquinas caça níqueis em Juiz de Fora

A Polícia Civil (PC) de Juiz de Fora, por meio da Inspetoria Geral da 1ª Delegacia Regional em conjunto com a Inspetoria da 7ª Delegacia, desencadeou uma operação na tarde da última quarta-feira, 2 de abril, para coibir a utilização de máquinas caça-níqueis, proibidas por lei.

Segundo informações da PC, através de denúncia anônima, foram apreendidas 15 máquinas em um apartamento na rua Santa Rita e outras 15 máquinas caça-níqueis em um escritório na avenida Rio Branco, ambas as localidades no Centro da cidade. Duas mulheres foram conduzidas à Delegacia, assinaram Termo de Compromisso de Comparecimento à Justiça e foram liberadas.

-
Sexta-feira, 4 de abril de 2014, atualizada às 10h59

Polícia Civil apreende 30 máquinas caça níqueis em Juiz de Fora

A Polícia Civil (PC) de Juiz de Fora, por meio da Inspetoria Geral da 1ª Delegacia Regional em conjunto com a Inspetoria da 7ª Delegacia, desencadeou uma operação na tarde da última quarta-feira, 2 de abril, para coibir a utilização de máquinas caça-níqueis, proibidas por lei.

Segundo informações da PC, através de denúncia anônima, foram apreendidas 15 máquinas em um apartamento na rua Santa Rita e outras 15 máquinas caça-níqueis em um escritório na avenida Rio Branco, ambas as localidades no Centro da cidade. Duas mulheres foram conduzidas à Delegacia, assinaram Termo de Compromisso de Comparecimento à Justiça e foram liberadas.

Sexta-feira, 4 de abril de 2014, atualizada às 10h59

Polícia Civil apreende 30 máquinas caça níqueis em Juiz de Fora

A Polícia Civil (PC) de Juiz de Fora, por meio da Inspetoria Geral da 1ª Delegacia Regional em conjunto com a Inspetoria da 7ª Delegacia, desencadeou uma operação na tarde da última quarta-feira, 2 de abril, para coibir a utilização de máquinas caça-níqueis, proibidas por lei.

Segundo informações da PC, através de denúncia anônima, foram apreendidas 15 máquinas em um apartamento na rua Santa Rita e outras 15 máquinas caça-níqueis em um escritório na avenida Rio Branco, ambas as localidades no Centro da cidade. Duas mulheres foram conduzidas à Delegacia, assinaram Termo de Compromisso de Comparecimento à Justiça e foram liberadas.