Caminhão estacionado em local sem calçada prejudica pedestres no Santa Luzia

Segundo moradora, o veículo é constantemente visto no local e acaba trazendo risco aos pedestres, que são obrigados a andar no meio da rua

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
23/08/2012

Caminhão do bairro Santa Luzia

Um caminhão que fica constantemente estacionado na rua Aurora Torres, no bairro Santa Luzia, é alvo de reclamações dos moradores da região. O motivo é que o veículo acaba impedindo a passagem dos pedestres, agravado pelo fato do local não possuir calçada e ainda pelos outros carros que ficam estacionados ao longo da rua. "Não temos onde passar, somos obrigados a andar no meio da rua. É um risco muito grande. De um lado, o caminhão e, do outro, os carros parados. Mas o problema não é só esse, visto que a via está sem calçada dos dois lados", expõe uma moradora da rua, que preferiu não se identificar.

Segundo ela, o caminhão está estacionado direto na rua há cerca de 15 dias mas, antes disso, ele já era observado no mesmo local em dias alternados. "Quando está chovendo ou de noite, a situação fica ainda pior. Temos que ficar parados, esperando o movimento diminuir e trafegar junto aos carros. É uma rua de mão dupla e extremamente movimentada, onde passam muitos carros, pedestres e ônibus." A moradora explicou que entrou em contato com a Polícia Militar (PM), que alegou não poder tomar providências devido ao fato do local não possuir passeio asfaltado. Ela foi orientada a procurar a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), que informou que mandaria um fiscal de trânsito para averiguar o local.

O Portal ACESSA.com entrou em contato com a Settra e com a Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). De acordo com a assessoria da Settra, nestes casos, é necessário formalizar uma reclamação junto ao órgão por meio do telefone (32) 3690-8218. Assim, enviando os dados necessários, uma equipe irá visitar o local para averiguar as possíveis irregularidades e analisar se existe falta de sinalização adequada. Já a assessoria da SAU não se pronunciou até o fechamento desta nota.

Caminhão estacionado em local sem calçada prejudica pedestres no Santa Luzia

Segundo moradora, o veículo é constantemente visto no local e acaba trazendo risco aos pedestres, que são obrigados a andar no meio da rua

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
23/08/2012

Caminhão do bairro Santa Luzia

Um caminhão que fica constantemente estacionado na rua Aurora Torres, no bairro Santa Luzia, é alvo de reclamações dos moradores da região. O motivo é que o veículo acaba impedindo a passagem dos pedestres, agravado pelo fato do local não possuir calçada e ainda pelos outros carros que ficam estacionados ao longo da rua. "Não temos onde passar, somos obrigados a andar no meio da rua. É um risco muito grande. De um lado, o caminhão e, do outro, os carros parados. Mas o problema não é só esse, visto que a via está sem calçada dos dois lados", expõe uma moradora da rua, que preferiu não se identificar.

Segundo ela, o caminhão está estacionado direto na rua há cerca de 15 dias mas, antes disso, ele já era observado no mesmo local em dias alternados. "Quando está chovendo ou de noite, a situação fica ainda pior. Temos que ficar parados, esperando o movimento diminuir e trafegar junto aos carros. É uma rua de mão dupla e extremamente movimentada, onde passam muitos carros, pedestres e ônibus." A moradora explicou que entrou em contato com a Polícia Militar (PM), que alegou não poder tomar providências devido ao fato do local não possuir passeio asfaltado. Ela foi orientada a procurar a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), que informou que mandaria um fiscal de trânsito para averiguar o local.

O Portal ACESSA.com entrou em contato com a Settra e com a Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). De acordo com a assessoria da Settra, nestes casos, é necessário formalizar uma reclamação junto ao órgão por meio do telefone (32) 3690-8218. Assim, enviando os dados necessários, uma equipe irá visitar o local para averiguar as possíveis irregularidades e analisar se existe falta de sinalização adequada. Já a assessoria da SAU não se pronunciou até o fechamento desta nota.

-

Caminhão estacionado em local sem calçada prejudica pedestres no Santa Luzia

Segundo moradora, o veículo é constantemente visto no local e acaba trazendo risco aos pedestres, que são obrigados a andar no meio da rua

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
23/08/2012

Caminhão do bairro Santa Luzia

Um caminhão que fica constantemente estacionado na rua Aurora Torres, no bairro Santa Luzia, é alvo de reclamações dos moradores da região. O motivo é que o veículo acaba impedindo a passagem dos pedestres, agravado pelo fato do local não possuir calçada e ainda pelos outros carros que ficam estacionados ao longo da rua. "Não temos onde passar, somos obrigados a andar no meio da rua. É um risco muito grande. De um lado, o caminhão e, do outro, os carros parados. Mas o problema não é só esse, visto que a via está sem calçada dos dois lados", expõe uma moradora da rua, que preferiu não se identificar.

Segundo ela, o caminhão está estacionado direto na rua há cerca de 15 dias mas, antes disso, ele já era observado no mesmo local em dias alternados. "Quando está chovendo ou de noite, a situação fica ainda pior. Temos que ficar parados, esperando o movimento diminuir e trafegar junto aos carros. É uma rua de mão dupla e extremamente movimentada, onde passam muitos carros, pedestres e ônibus." A moradora explicou que entrou em contato com a Polícia Militar (PM), que alegou não poder tomar providências devido ao fato do local não possuir passeio asfaltado. Ela foi orientada a procurar a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), que informou que mandaria um fiscal de trânsito para averiguar o local.

O Portal ACESSA.com entrou em contato com a Settra e com a Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). De acordo com a assessoria da Settra, nestes casos, é necessário formalizar uma reclamação junto ao órgão por meio do telefone (32) 3690-8218. Assim, enviando os dados necessários, uma equipe irá visitar o local para averiguar as possíveis irregularidades e analisar se existe falta de sinalização adequada. Já a assessoria da SAU não se pronunciou até o fechamento desta nota.