• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Polícia Civil prende suspeitos de venderem celulares roubados na rua Halfeld

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    10/05/2016

    foto

    A Polícia Civil encaminhou seis homens, entre 22 e 65 anos, à Delegacia como suspeitos de crimes de receptação de celulares roubados e furtados em Juiz de Fora. Destes, três foram presos e levados ao Ceresp. A operação deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, na tarde da última segunda-feira, 9 de maio, na rua Halfeld, culminou ainda na apreensão de nove aparelhos celulares, chips e cartões de memória.

    Conforme o titular da Delegacia de Roubos, Rafael Gomes, no dia 1° de abril, um estabelecimento comercial situado no bairro Botanágua foi assaltado e foram subtraídos do local dinheiro e um aparelho celular. “De posse de tais informações, a equipe de investigadores logrou êxito em localizar, com o aparelho roubado no assalto, um dos suspeitos. Ele disse que teria adquirido o celular de um indivíduo que compra e vende tal tipo de mercadoria na rua Halfeld. Em razão de tais fatos, a equipe se deslocou ao local onde obteve êxito em localizar os receptadores responsáveis pela compra e venda de aparelhos furtados e roubados na cidade”, explica.

    Ainda segundo o delegado, entre os conduzidos, dois foram liberados por não estarem em estado de flagrante. Como o delito é afiançável, o delegado estipulou valores a partir de R$ 900. “Um realizou o pagamento da fiança e foi liberado. Outro encaminhado ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Juiz de Fora por estar com mandado de prisão em aberto pelo crime de receptação e dois também foram encaminhados ao Ceresp em razão do não recolhimento da fiança”, concluiu.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.