Com comida gratuita, Banquetaço protesta contra fim do Consea em Juiz de Fora

O ato político pretende abrir diálogo com a população sobre a importância do retorno do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, extinto pela MP 870/2019

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
27/02/2019

Dezenas de pessoas estiveram presentes o primeiro Banquetaço de Juiz de Fora nesta quarta-feira, 27 de fevereiro. Durante o evento foram servidas 1.200 refeições que tiveram como ingrediente principal a mandioca. O ato político apartidário foi organizado por movimentos sociais, organizações, coletivos, agricultores familiares e locais, professores e estudantes da UFJF com o intuito de abrir diálogo com a população sobre a importância do retorno do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), extinto pela Medida Provisória 870/2019. Veja mais informações aqui.

Para esclarecer de forma lúdica o assunto, os integrantes do movimento fizeram apresentações musicais, intervenções poéticas com temas ligados a boa alimentação e soberania alimentar e um número de palhaços com o ator juiz-forano Marcos Marinho.

A educadora ambiental e alimentar, além de integrante do Monte de Gente Interessada em Cultivo Orgânico (Mogico), Rachel Zacarias, diz que o Banquetaço, realizado ao mesmo tempo em mais de 40 cidades do país, se propôs servir comida de verdade, orgânica, agroecológica com sentido de sensibilizar a população contra o fim do Consea. "No início deste governo ele foi extinto e é um órgão muito importante porque assessora as políticas públicas relacionadas a segurança alimentar, onde a sociedade civil também participa. Nós estamos falando de forma amorosa que é possível ter uma comida boa de verdade!".

As organizações criaram uma Petição Pública para arrecadar assinaturas em defesa do órgão e pode ser acessado por este link.

O Banquetaço começou em São paulo, em 2017, e é fruto de um movimento de defesa da boa alimentação no Brasil. Um coletivo mobilizador de redes que por meio de banquetes públicos viabiliza questões políticas e alimentares urgentes e pressiona por tomadas de decisões em prol do bem comum.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.