• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Sexta-feira, 23 de janeiro de 2009, atualizada às 18h11

    Polícia Florestal apreende 28 redes de nylon usadas em pesca ilegal na represa Chapéu D'uvas


    Guilherme Arêas
    Repórter

    Vinte e oito redes de nylon foram apreendidas pela 4ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito (4ª Cia Ind Mat) da Polícia Militar na represa Chapéu D'uvas, nesta quinta-feira, 22 de fevereiro. Elas seriam usadas para a captura de peixes, o que é proibido no local na época da Piracema.

    No momento da apreensão ninguém foi preso. De acordo com a assessora de imprensa da 4ª Cia Ind Mat, cabo Cláudia, até fevereiro as pescas de grande porte estão proibidas, principalmente em certos pontos da represa que recebem a desova dos peixes.

    Para realizar pesca amadora no local, é preciso ter a carteirinha emitida pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF). De acordo com o órgão, a carteirinha permite a pesca para lazer ou recreação com o uso de anzol, chumbada, linha, vara ou caniço, molinete ou carretilha, iscas artificiais e naturais. A carteirinha é emitida para duas categorias de pescadores: embarcados, que utilizam qualquer tipo de embarcação, e desembarcado, sem uso de embarcação.

    O pescador amador que estiver sem a documentação corre o risco de perder os materiais de pesca. As denúncias de pesca irregular em Juiz de Fora podem ser feitas pelo telefone 3216-4699.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.