• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Projeto Cidades Invisíveis retrata cultura juizforana Feira livre da avenida Brasil e obra do cineasta João Carriço
    são os temas escolhidos

    Patrícia Rossini
    *Colaboração
    Madalena Fernandes
    Revisão
    26/01/2009

    A obra do cineasta juizforano João Gonçalves Carriço (27/07/1886 – 20/06/1959) e a diversidade cultural da feira livre da avenida Brasil serão retratados nos filmes de curta-metragem do projeto Cidades Invisíveis. As filmagens começaram no último domingo, dia 25 de janeiro, e continuam durante esta segunda-feira, dia 26.

    Os recursos para a produção foram obtidos através do Pontão de Cultura Digital do Ministério da Cultura (MinC). Em Minas Gerais, o projeto é coordenado pela Rede Minas de Televisão e pelas ONGs Contato (Belo Horizonte) e Fábrica do Futuro (Cataguases).

    Interação cultural

    De acordo com o coordenador de produção do projeto Cidades Invisíveis, Fernando Libânio, o principal objetivo do MinC é promover a interação e a aproximação dos pontos de cultura de todo o país, através do incentivo do Pontão de Cultura Digital. O projeto mineiro abrange nove cidades (Ouro Preto, Divinópolis, Januária, Juiz de Fora, Pirapora, Uberlândia, Viçosa, Pouso Alegre e Araçuaí). Em cada uma delas, serão produzidos dois curtas para veiculação nas afiliadas da Rede Minas de Televisão.

    Fernando explica que o diferencial do Cidades Invisíveis é a participação da TV Pública. "Ao levar a produção dos pontos de cultura para a televisão, vamos fortalecer a cultura local e dar mais visibilidade aos pontos", garante.

    Com isso, a expectativa é de que cada localidade mantenha a produção audiovisual através da interface com a TV pública mesmo depois do fim do projeto.

    JF em cena

    Na feira livre da avenida Brasil, a equipe de produção itinerante fez cerca de 1 h e meia de filmagens. A ideia é mostrar a diversidade cultural encontrada na feira através do depoimento de personagens conhecidos, entre vendedores e entusiastas. A escolha do tema foi feita pela afiliada da Rede Minas em Juiz de Fora.

    Foto de material de arquivo de João Carriço Foto Making of do curta-metragem

    A abordagem da obra de João Carriço foi uma opção da equipe de produção, em função da impossibilidade do Ponto G de Cultura do Movimento Gay de Minas de participar. A ONG está sem receber verba desde 2006 e, por isso, suspendeu as atividades externas. "Depois de fazer uma pesquisa, decidimos mostrar um pouco mais da produção desse cineasta, que é um dos mais importantes do estado", justifica o coordenador de produção.

    Além dos depoimentos, o curta vai mostrar imagens de algumas obras de João Carriço. Para Libânio, o uso do material de arquivo é importante para mostrar a contribuição do cineasta para o cinema brasileiro. "Como o acervo foi restaurado, acreditamos que vai ser uma boa maneira de levar a obra do cineasta ao conhecimento da população."

    O maior desafio do projeto, segundo o coordenador de produção, foi trabalhar a formação das pessoas dos pontos de cultura para lidar com o audiovisual. "Como o tempo era curto e apenas dois dos nove pontos já trabalhavam com audiovisual, nosso maior desafio foi a preparação dessas pessoas, do ponto de vista conceitual e técnico do trabalho."

    Os filmes, de um minuto de duração, vão ser exibidos na grade de programação da TVE Juiz de Fora, no espaço destinado aos interprogramas. A expectativa é de que os 18 filmes de todos os municípios estejam prontos para a veiculação a partir do mês de abril.

    Cidades Invisíveis

    Juiz de Fora é a segunda cidade visitada nessa terceira e última etapa do projeto, que teve início em agosto de 2008 com a preparação conceitual dos participantes. A próxima parada da equipe técnica itinerante, composta por seis pessoas, é Viçosa.

    A previsão é de que as filmagens sejam concluídas na segunda quinzena de fevereiro. A partir daí, os filmes serão editados - processo que deve levar cerca de 40 dias.

    *Patrícia Rossini é estudante de Comunicação na UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.