• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Quarteto Spalla ensaia para levar a música brasileira ao Canadá

    Mais novo grupo do Pró-Música foi selecionado para o Festival Eurochestries 2012, em Quebec, em agosto. A apresentação terá apenas compositores brasileiros

    Thiago Stephan
    Repórter
    2/6/2012
    Quarteto Spalla

    Representar a música brasileira no Festival Eurochestries 2012, em Quebec, no Canadá, entre os dias 10 e 19 de agosto. Esta é a responsabilidade que os quatro jovens músicos do Quarteto Spalla terão pela frente. Eles apresentarão músicas exclusivamente de compositores brasileiros. E, para garantir o sucesso da apresentação no exterior, os músicos pretendem aumentar a intensidade dos ensaios e aproveitar a participação no Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga para aprimorar a performance do grupo.

    O Quarteto Spalla é formado por Jonatas Augusto da Silveira (1° violino), Lucas Alves Damasceno (2° violino), Kamilla Rezende Ferreira (viola) e Maria Fernanda de Moraes Santos (violoncelo), todos com idades entre 21 e 25 anos. O grupo, a mais recente criação do Pró-Música, foi formado em 2010 por sugestão dos integrantes, todos estudantes do Bacharelado de Música da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

    Segundo a violoncelista, a seleção para o Festival em Quebec partiu da indicação do professor Marco Antônio Toledo, que é membro do Conselho Internacional, que define os participantes da Eurochestries, encontro que reúne músicos de várias partes do mundo. "Foram enviados materiais gráficos e audiovisuais para avaliação por parte dos organizadores. Em março, recebemos a notícia de que havíamos sido selecionados", conta.

    Maria Fernanda destaca que a seleção foi motivo de alegria, mas trouxe grande responsabilidade. "Sermos o representante do Brasil em um Festival no Canadá é uma ótima chance de divulgação do repertório característico de nosso país. Estaremos frente a um público formado por culturas diversificadas, já que, além de nós, brasileiros, haverá também outros países com seus representantes, e a própria plateia local. Será um compromisso importante para nós, jovens músicos, de garantirmos o sucesso dessa representação", revela.

    Diante da responsabilidade, os ensaios deverão ser intensificados. Além disso, Maria Fernanda acredita que a participação no Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga será importante para o Quarteto Spalla aperfeiçoar sua apresentação. "Faltando praticamente dois meses para a estreia, com certeza haverá uma intensificada nos ensaios. Estamos com a ideia de aproveitar o Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, promovido pelo Centro Cultural Pró-Música/UFJF, em julho, para buscarmos opiniões de professores renomados, aperfeiçoando, assim, a performance do grupo", expõe.

    Sobre o repertório que o Quarteto Spalla vai apresentar, a violoncelista garante que haverá ênfase nos compositores brasileiros. "O repertório será formado exclusivamente por peças brasileiras. A tendência, como único grupo representante do Brasil, é apresentarmos diferenciadas abordagens das composições brasileiras, permeando Villa-Lobos, Carlos Gomes, Mignone, Guerra-Peixe, Guerra Vicente...", expõe.

    Todos os integrantes do Quarteto Spalla já se apresentaram no exterior. Em 2009, foram à França, mas como músicos da Orquestra de Câmara Pró-Musica. Assim, a apresentação no Canadá será a estreia da formação no exterior. "Estamos com uma expectativa enorme. Por sermos o grupo mais recente do Pró-Música/UFJF, essa oportunidade de reconhecimento internacional precoce já reforça nossa comprometida trajetória e nos mostra que estamos no caminho certo", avalia Maria Fernanda.

    Quarteto Spalla Quarteto Spalla   

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.