• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Mistura de estilos compõe o repertório de grupo juiz-forano

    Com o samba de raiz como carro-chefe, o Samba D'Loko introduz rock, reggae, soul e até sertanejo em suas apresentações

    Andréa Moreira
    Repórter
    9/3/2013

    Extrapolar as barreiras da música com uma mistura inusitada de estilos. Esta é a proposta do grupo juiz-forano Samba D'Loko, que tem como base o mais brasileiro dos estilos, que é o samba de raiz, misturado a outros como rock, reggae, soul e até sertanejo. "O samba de raiz sempre foi nossa base. Porém, em 2010, estava ensaiando e comecei a dedilhar no violão uma música dos Beatles, mas no estilo de samba. Desde então, ingressamos no samba/rock/soul," explica o vocalista e contrabaixista do grupo, Tiago Lazzarini.

    Além de Lazzarini, o Samba de D´Loko é composto por Alfredo Barros (voz/pandeiro), Daniel Honorato (voz/violão), Luiz Norato (guitarra), Marcelo Bruce (voz/percussão), Rogério Suhet (bateria) e Wesley Gonçalves, mais conhecido por Leleco, (voz/percussão). "No início, nosso grupo chamava Molekagem e tinha cinco componentes, eu o Fredin (Alfredo Barros) e o Daniel. Com o passar dos anos, um foi fazer faculdade de medicina, outro teve que mudar para o Rio de Janeiro. Depois, conhecemos os outros caras e essa formação atual foi montada no ano passado," destaca o vocalista.

    O ano de 2012 também foi um marco na história do grupo, já que foi quando eles lançaram, via internet, o primeiro EP, com seis faixas. Com duas músicas ao vivo, duas de própria autoria, intituladas Só dá ela e Nêga, além dos sucessos do rock nacional Codinome Beija-flor, do Barão Vermelho; e Vento Ventania, do Biquini Cavadão (vídeo acima). "Estamos utilizando a canção Vento Ventania como nossa música de trabalho. Já tivemos mais de 13 mil acessos no YouTube, além dela estar tocando em várias rádios de Minas Gerais, Rio de Janeiro e até da Bahia," ressalta Lazzarini.

    Movimente

    Atualmente, o grupo está com o projeto Movimente, o qual faz uma junção de música, teatro e humor. "Queríamos fazer algo que fizesse o público se movimentar. Então, trabalhamos com performance e figurinos diferenciados, e levamos ao palco, além das músicas, algumas interpretações como Sílvio Santos, Vera Verão, além da Dani Black, que é uma personagem que nós criamos e retrata a black music," explica Lazzarini, lembrando, ainda, que o repertório é formado por canções de Seu Jorge, Sandra de Sá, Djavan, Jorge Benjor, Tim Maia, Beatles, Art Popular, Benito de Paula, Fundo de Quintal, Arlindo Cruz, Revelação, Bezzerra da Silva, Marcelo D2, entre outros, além de músicas próprias. "Enquanto nas canções de Sandra de Sá e Seu Jorge, por exemplo, nós colocamos a marca do samba de raiz; em outras, como Bob Marley, Michael Jackson e Guns and Roses, nós interpretamos no estilo das canções originais."

    O futuro

    O próximo projeto do grupo já está batizado de Bar Vileiros, que será uma junção de MPB com samba raiz. "Vamos pegar as músicas mais tocadas nos barzinhos e colocar o nosso toque pessoal de samba/rock/soul," revela Lazzarini, afirmando que o novo trabalho também será composto por mais músicas autorais. "Já estamos com algumas canções prontas e finalizando outras. Com isso, pretendemos, até o final de 2013, gravar o nosso primeiro CD somente com músicas próprias."

    Confira a agenda do Samba D'Loko

    • 9/3 - Barbacena (Med Fantasy);
    • 16/3 - Itaipava-RJ (Tamboatá);
    • 23/3 - Belo Horizonte (Alambique);
    • 30/3 - Juiz de Fora (Sesi);
    • 31/3 - Santos Dumont (Clube do Grêmio).

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.