Quinta-feira, 31 de julho de 2008, atualizada às 12h

Carnaval na berlinda: prefeito diz que não dará dinheiro às escolas de samba



Fernanda Fernandes
Repórter

"As escolas de samba ficam o ano todo paradas. Chega dezembro, vêm pedir dinheiro na Prefeitura. Isso tem que mudar", afirma o prefeito José Eduardo Araújo, dizendo que não vai liberar recursos para o próximo carnaval, assim como não o fez para o Miss Brasil Gay e para a Rainbow Fest.

Segundo Araújo, a única possibilidade de destinar alguma verba para o carnaval seria o prefeito eleito assumir os custos. "Na hora de fazer a transição, se quem for eleito vier aqui trabalhar comigo e disser que posso dar, eu dou."

Neste ano, a festa foi realizada na Avenida Brasil, local que José Eduardo Araújo julga impróprio para o desfile das escolas de samba. Para ele, o melhor lugar seria a Avenida Getúlio Vargas. "Quando fizeram lá, só não deu certo porque fizeram arquibancada dos dois lados", opina.

O prefeito acredita que o ideal seria ter arquibancada apenas de um lado da via, com espaço confortável e com ingressos mais caros, deixando o outro lado aberto e gratuito para o povo. Araújo disse ter pedido a um arquiteto da Prefeitura que prepare um croquis a partir de sua sugestão.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...