• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Sexta-feira, 15 de agosto de 2008, atualizada às 11h08

    Funalfa faz homenagem a iniciativas que valorizam o patrimônio cultural de Juiz de Fora

    * Da Redação

    A Funalfa vai homenagear, nesta sexta-feira, dia 15 de agosto, iniciativas que se destacaram em ações para a conservação, preservação, defesa ou divulgação do patrimônio, e outras voltadas para a difusão de conceitos que auxiliem a compreensão do que é patrimônio cultural.

    A cerimônia de entrega do 3º Prêmio Amigo do Patrimônio acontece no Anfiteatro João Carriço (Paço Municipal, Avenida Rio Branco, 2234, Parque Halfeld), às 18h.

    Homenageados

    Os homenageados de 2008 são o presidente da Associação de Folia de Reis e Charolas de Juiz de Fora, André Luiz Brasilino, a pedagoga e doutoranda em Educação Patrimonial, Avani Fátima Fernandes, a professora de Letras e advogada Neuza de Rezende Almada Marques e os organizadores do Miss Brasil Gay, Marcelo do Carmo Rodrigue e Francisco Motta (Chiquinho Cabeleireiro).

    Em 2003, André Brasilino criou a associação e organizou os grupos de folia de reis e charolas, que hoje somam 16 oriundos de diversos bairros da cidade. Outro destaque do prêmio é Avani Fernandes, autora do álbum de figurinhas Juiz de Fora nosso patrimônio. A publicação, que está em sua 3º edição, apresenta ao leitor os bens arquitetônicos históricos de nossa cidade, sendo divulgada nas escolas da rede pública e privada.

    Apaixonada por imóveis antigos, a professora Neuza de Rezende também foi contemplada por solicitar voluntariamente, em 2002, o tombamento de sua residência e pela permanente atitude de conservação do mesmo. O imóvel, localizado à rua Santos Dumont nº 85, foi construído em 1932, em estilo neo-clássico.

    Há 20 anos, foi adquirido por Neuza, que promoveu a restauração, mantendo as características originais da casa. Já pela ação de preservação e promoção do patrimônio imaterial do município Miss Brasil Gay foram premiados Marcelo do Carmo Rodrigues e Francisco Motta (Chiquinho Cabeleireiro).

    As propostas foram livremente inscritas pela comunidade, e a avaliação ficou a cargo da comissão julgadora formada por Jorge Askar (representante do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG) e os membros do COMPPAC - Julio César Sampaio (representante do Curso de Arquitetura da Faculdade de Engenharia da UFJF), Marcos Olender (representante do Instituto de Arquitetos do Brasil – Núcleo Juiz de Fora) e Roberto Dilly (representante do Instituto Histórico e Geográfico de Juiz de Fora).

    A entrega do Prêmio acontece em data declarada, informalmente, Dia do Patrimônio, m referência ao nascimento do historiador e jornalista Rodrigo Mello Franco de Andrade (Belo Horizonte – 1898-1969), que dedicou boa parte de sua vida aos trabalhos no Iphan.

    * As informações acima foram enviadas pela Assessoria de Imprenda da Funalfa

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.