• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Domésticas de Luxo estão de volta no Carnaval 2009 Há dez anos longe das vazias ruas carnavalescas de Juiz de Fora, bloco tradicional volta para a avenida numa tentativa de resgatar o carnaval de rua



    Marinella Souza
    *Colaboração
    27/08/2008

    Quem passou o carnaval em Juiz de Fora nos áureos anos 80 tem na lembrança ricos desfiles na avenida e muitos blocos. Bloco do Beco, Banda Daki e... as Domésticas de Luxo, claro! Aquele grupo de homens animados que pintava a pele de preto, vestia uma malha da mesma cor e se enfeitava com apetrechos típicos das domésticas e partiam do bairro São Mateus rumo ao centro da cidade.

    No caminho iam sorrindo, cantando e brincando com quem cruzasse o seu caminho. Algumas pessoas olhavam "torto", outras entravam na brincadeira e algumas crianças até caiam no choro com medo daquela gente fantasiada de forma igual. Mas nem isso apagava o brilho das "meninas".

    Há dez anos longe das vazias ruas carnavalescas de Juiz de Fora, as Domésticas de Luxo prometem um retorno em grande estilo em 2009. Vice-presidente do bloco e conhecido por sua paixão pela folia, Zé Kodak (foto baixo de vermelho) conta que o retorno está sendo ensaiado há muito tempo.

    "Eu sempre participei como folião do bloco e há cinco anos estou lutando para que ele volte para o carnaval. Foram muitas reuniões até conseguirmos voltar, mas estamos de volta", comemora.

    foto de Zé Kodak Para Zé, as Domésticas de Luxo são mais uma vítima da evasão em massa que acontece na cidade durante o carnaval. "O bloco acabou porque as pessoas foram se desligando, passaram a viajar no carnaval, aí não tinha como manter", relembra.

    As Domésticas abriam o desfile das escolas de samba e isso gerava problemas, porque atrasava o desfile e as escolas que ficavam em terceiro e quarto lugar reclamavam. "As Domésticas demoravam para entrar, porque esperavam a avenida encher, então, a primeira escola que desfilava gostava, mas as outras não, porque demoravam demais para entrar na avenida", explica.

    Esse problema, o bloco não vai mais enfrentar. Em 2009, as Domésticas de Luxo desfilam na quarta-feira que antecede o carnaval e no domingo, posterior. O enredo vai dar o recado: Voltei, aqui é meu lugar é o título e a proposta, segundo Zé Kodak, é revitalizar o carnaval de rua em Juiz de Fora. "Não tem mais como voltar ao que era, mas dá para animar um pouco mais", garante.

    Bons tempos

    O atual presidente do bloco, Carlos Manoel Gomes de Carvalho (foto abaixo), o Carlinhos, conta que as Domésticas de Luxo surgiram em 1958 quando um grupo de seis amigos se reuniu e decidiu aproveitar o carnaval em Juiz de Fora.

    Naquela época, carnaval de rua em Juiz de Fora era o que havia de mais interessante para os foliões que faziam questão de curtir um bom carnaval. A idéia do nome veio de um dos integrantes acostumado ao carnaval de rua de Belo Horizonte, onde existia o Domésticas de Lourdes, numa alusão ao nome do bairro em que surgiu.

    foto de Carlos Manoel de Carvalho Como os amigos moravam em São Mateus, homenagear o bairro de origem, não daria um nome sonoro. Daí veio o Domésticas de Luxo que, com o rosto pintado, o corpo fantasiado e a alma em festa fez a alegria da cidade por mais ou menos quatro décadas.

    Carlinhos conta que o bloco que começou como uma brincadeira de amigos foi crescendo e ganhando novos adeptos a cada ano, chegando a ter sua importância reconhecida por um prefeito. "Nos anos de 1970 e 1971, o bloco foi bicampeão e o prefeito da época, Itamar Franco, teve a idéia de fazer o bloco desfilar como or concour, por ser um bloco caricato" comenta.

    Em 1984, o bloco chegou a ter 870 componentes com o enredo Doméstica sonhou, patroa virou que empolgou as arquibancadas. Em 2009, a participação não vai ser tão expressiva, mas também não vai, nem de longe lembrar, o início do bloco com seus seis componentes.

    A expectativa é que compareçam 210 foliões, divididos em três alas de 70. O suficiente para manter aquilo que Zé Kodak considera a essência do bloco: "as brincadeiras na avenida e a participação do público", que sempre é chamado a entrar no clima irreverente dessas Domésticas de Luxo. Carlinhos conta que ainda não tem nada definido, mas "podem vir surpresas por ai", diz.

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.