• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Programação científica incrementa exposição Doce FrançaEvento do Museu Mariano Procópio alia a mostra à realização de minicurso, simpósio, mesa redonda e visitas guiadas e interativas

    Clecius Campos
    Repórter
    15/9/2010

    Aberta nesta quarta-feira, 15 de setembro, a exposição Doce França — com peças da família Ferreira Lage, que compõem o acervo do Museu Mariano Procópio (Mapro) — tem o objetivo de ser mais que um evento contemplativo. Até o dia 31 de outubro, além de expor 253 peças de origem francesa, a Fundação Mapro promove uma atividade paralela relativa à influência da França nas terras juizforanas, com minicurso, simpósio, mesa redonda, oficina de recriação, visitas guiadas e interativas e ampla programação cultural.

    "A exposição não é só contemplativa. A intenção é aliar a mostra à ação educativa, como meio de contribuir para a formação cultural do público. E o museu [Mariano Procópio] tem muito a ajudar para complementar essa formação cultural", afirma o superintendente da Mapro, Douglas Fasolato. Toda a programação é gratuita e aberta ao público.

    De 28 de setembro a 1 de outubro, ocorre o minicurso A arte francesa na coleção do Museu Mariano Procópio. O minicurso terá quatro encontros, pautados no tema da arte francesa em suas diversas manifestações, abordando assuntos como as artes decorativas, as pinturas, as esculturas, as gravuras, a fotografia e as exposições universais no acervo do museu e a relação entre os colecionadores brasileiros e a arte francesa. São oferecidas 188 vagas. As inscrições podem ser feitas no site da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). O curso ocorre no auditório do Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM).

    A maior parte das atividades, assim como a exposição, ocorre no MAMM. Segundo Fasolato a razão de expor fora dos limites do Mapro é que os dois prédios expositivos do museu estão fechados devido às obras de restauração. "A parceria foi buscada, pois o MAMM possui infraestrutura expositiva adequada, além de ter a disponibilidade de reforçar sua segurança para receber nossas peças. Além disso, a Pró-Reitoria de Cultura organizou eventos também ligados à cultura e à arte francesa, de forma a dialogar com nosso evento."

    Foto de peça exposta Foto de peça exposta Foto de peça exposta

    Dessa forma, ocorre também no MAMM, nos dias 26 e 27 de outubro, um simpósio, com três palestras sobre a arte francesa e os recortes da vida privada de Juiz de Fora dos séculos XIX e XX. Também no dia 27, uma mesa redonda discute a arqueologia da modernidade, sobre as exposições universais e internacionais.

    Programações educativas e culturais

    Durante todo o período da exposição, haverá oficinas de recriação e visitas interativas e guiadas. A participação de grupos escolares deve ser agendada pelo telefone (32) 3690-2004. "A atividade é destinada às escolas, mas outros grupos que tiverem interesse também podem agendar as visitas. Além disso, podem ser feitas as visitas espontâneas", lembra Fasolato.

    Foto de alunos visitando a exposição Foto de alunos visitando a exposição

    Atividades culturais serão realizadas no Parque da Mapro, que contará com uma edição especial do Clube Ecológico, apresentações de balé, músicas francesas, festival de corais, café cultural, café filosófico, contação de histórias e tarde de poesia. "Este último evento tem a participação da Aliança Francesa, que trará a Lire em Fête, tradicional festa da leitura na França", pontua. Os eventos ocorrem nos finais de semana de 18 de setembro a 24 de outubro.

    Programação das atividades paralelas

    Fonte: Fundação Mapro

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.