Terça-feira, 5 de agosto de 2014, atualizada às 15h49

Banda juiz-forana busca nova classificação em concurso do Canal Sony Brasil

Eduardo Maia
Repórter
Obey

O desafio de dar visibilidade ao talento musical pode se tornar menos difícil quando se tem a ajuda de amigos e incentivadores. É nesse sentido que a banda juiz-forana Obey quer mostrar o seu trabalho. Classificada para a segunda fase do concurso Breakout Brasil, o grupo apresenta as faixas Nada que eu faça e a inédita Oração e pode ter a chance, a partir da votação do público, de se apresentar no palco do programa.

Da primeira fase da votação, que tinha quase 4 mil bandas inscritas, a banda juiz-forana foi selecionada para o TOP 50. São 25 grupos indicados pelo público e 25 pelo corpo de jurados do programa, formado pelos músicos Supla, Bianca Jhordão e Lucas Silveira, vocalista da banda Fresno. O resultado da próxima fase deve ser divulgado no início de setembro, e dez bandas classificadas para se apresentar no palco.

"A expectativa é das melhores. A gente se escreveu sem muita pretensão, buscando uma boa colocação, mas não esperava se classificar. Se formos novamente selecionados, vamos dar o nosso melhor, para fazer o possível para ganhar. Novas bandas estão surgindo, fazendo com que a galera voltar os olhos para o rock e é uma boa oportunidade", enfatiza o baterista Lipe Tedeschi .

As duas músicas autorais inscritas no programa são do gênero rock, mas de levadas distintas. "Fizemos esta proposta, para dar opção ao público de votar. Nada que eu faça é uma música mais pesada, de arranjos mais pesados. Já Oração, que é inédita, é mais balada tem um ritmo mais leve". As duas faixas podem ser conhecidas na página da banda. Para votar, é preciso que a pessoa entre no site com a mesma conta do Facebook e classifique a música com até cinco estrelas.

Obey é uma junção de integrantes de outros grupos de rock de Juiz de Fora que, desde 2011, apresenta um rock pesado, vibrante, energético e com letras fortes, porém sem deixar de lado a harmonia suave. "Eu era baterista da banda Líria, junto com o Douglas que é o guitarrista. O Igor cantava na Mutreta, uma banda de hardcore e o Geraldo era baixista da banda Parkson. O Marcel entrou recentemente na banda e tocava na banda Balboa. Agora nos juntamos nessa nova proposta", conta o músico.

Já conhecida pelos shows que faz nas casas noturnas de Juiz de Fora, o grupo já prepara o lançamento de seu novo EP, previsto para o fim de agosto. Além de Oração, que está inscrita no Breakout Brasil, o álbum tem outras quatro faixas: Tudo no seu lugar, Oração, Assim que vai ser, Te avisei e Rédea invisível.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.