Sexta-feira, 23 de agosto de 2019, atualizada às 9h50

Juiz de Fora terá diversas atividades para comemorar os 25 anos da Lei Murilo Mendes

Da redação

Juiz de Fora terá programação especial para comemorar os 25 anos de criação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura “Murilo Mendes”. O evento começa nesta sexta-feira, 23 de agosto e termina no domingo, 25. A Lei Murilo Mendes entrou em funcionamento em 1995, sendo a primeira legislação de incentivo cultural criada no interior do Brasil que, ao aprovar o projeto, destina o recurso necessário para sua realização diretamente ao artista. Um modelo revolucionário, diferente da fórmula até então existente em todo o país, que tinha como princípio a renúncia fiscal. Para a edição 2019 está garantido recurso recorde de R$ 1,5 milhão para financiamento de projetos e produtos culturais.

Programação

Sexta-feira - 23

19h

Centro Cultural Bernardo Mascarenhas(CCBM) | Avenida Getúlio Vargas, 200 – Centro

Abertura da exposição coletiva “Resgate”, com peças de artistas contemplados pela Lei “Murilo Mendes”. Serão apresentados quadros, desenhos, esculturas, cerâmicas e livros. Entrada franca e livre para todos os públicos

19h

Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora (ACEJF) | Praça Dr. João Penido, 48 – Centro

Abertura da mostra “Lei Murilo Mendes – Patrimônio”, reunindo livros, fotografias, maquetes, mostras de pisos e outros itens construtivos, usados em imóveis já demolidos ou cedidos para apresentação na mostra, sem danos à construção. Entrada franca e livre para todos os públicos

20h - CCBM

Pocket show, com o Coral da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Entrada franca e livre para todos os públicos

Sábado - 24

A partir das 10h - Praça João Pessoa | Em frente ao Cine-Theatro Central

Ponto de encontro de artistas, com dança, música e literatura. Às 11h, apresentação do Grupo de Danças Folclóricas Germânicas Schmetterling - Schmetterling Germanische Volkstanzgruppe. Em seguida, show com o grupo Bambas do Portão Azul, tendo como convidado Joãozinho da Percussão. Às 13h, Grupo Macauã, com repertório de danças folclóricas. A partir das 14h, roda de samba de enredo reunirá representantes da jovem e da velha guarda de intérpretes das escolas de samba de Juiz de Fora. Logo após, início do “Varal de Poesia”, com microfone aberto para autores de livros e contadores de histórias, entre outras intervenções, com participação do Leia-JF, da Confraria dos Poetas, da União Brasileira de Trovadores (UBT) e das academias Manchester de Letras e Juizforana de Letras. Entrada franca e livre para todos os públicos

16h - CCBM

Roda de conversa | Experiência na realização de publicação pela Lei Murilo Mendes. Entrada franca e livre para todos os públicos

16h - ACEJF

Roda de conversa | Patrimônio, com participação de artistas e produtores culturais do segmento. Entrada franca e livre para todos os públicos

18h- ACEJF

Exibição dos curtas-metragens “Ausência” (Aleques Eiterer), “Urbe” (Marcos Pimentel), “Sansão” (David Azevedo e Rodrigo Souza), “Dores” (Analu Pitta), “Lugar de quê?” (Karina Orquidia) e “Sardas” (Francisco Franco).Entrada franca para pessoas com idade mínima de 14 anos

Domingo - 25

19h - CCBM

Show Samba, Murilo, com Roger Resende (voz), Gabriel Campos (voz), Nilton Moreira (flauta), Armando Júnior (violão), Alexandre (cavaquinho) e Márcio Gomes (pandeiro). Repertório formado por músicas de 15 CDs produzidos com recursos da Lei Murilo Mendes, incluindo composições de Mamão, Alfredo Toschi, Ministrinho, Nilton Cocada, Geraldo Santana, Roger Resende, Toinho Gomes e Gabriel Campos. Livre para todos os públicos e ingressos a R$ 15 (vendas na bilheteria do CCBM, uma hora antes do evento).


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.