• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Sábado, 16 de novembro de 2019, atualizada às 11h22

    Semana da Consciência Negra começa na segunda com atividades educativas e culturais

    Da redação

    Shows musicais, seminários, mostras, feiras, literatura, teatro, exibição de clipes, performances e marcha estão entre os eventos programados para a Semana da Consciência Negra, que começa na próxima segunda-feira, 18 de novembro, e segue até domingo, 24. As atividades buscam promover reflexão e reconhecimento da relevância da cultura e do povo africano para a formação da identidade brasileira, sendo também uma estratégia de combate ao racismo e de promoção da igualdade racial. Com entrada franca e classificação etária livre.

    Conforme a presidente do Compir, Jussara Alves, "o Dia da Consciência Negra (20 de novembro) é uma data em que, ao rememorarmos a morte de Zumbi dos Palmares, refletimos e promovemos ações concretas de sensibilização sobre a importância do povo negro e da cultura afro-brasileira e africana para a sociedade. Também é uma oportunidade para a valorização da ancestralidade africana. Também é importante lembrarmos de Dandara e das lutas das mulheres negras enquanto uma luta coletiva pela resistência e liberdade".

    Os eventos foram selecionados por meio de chamamento público, coordenado pela Fundação Cultural “Alfredo Ferreira Lage” (Funalfa), com participação do Conselho Municipal para a Promoção da Igualdade Racial (Compir).

    Programação

    Dia 18 – Segunda-feira

    E. M. Padre Wilson (Rua Cleir Reis Duque, 200 - Igrejinha) | Mural do “Projeto Cidadania” (fotografia)

    Teatro “Paschoal Carlos Magno” (Rua Gilberto de Alencar, 888 - Centro)

    19h – Foyer | Abertura da mostra “DaMinhaCor” (fotografia)
    19h - Foyer | Carta ao Pai (cena curta)
    19h30 | Eco (cena curta)
    20h30 | BrÁficos (show musical)

    Dia 19 – Terça-feira

    E. M. Padre Wilson (Rua Cleir Reis Duque, 200 - Igrejinha) | Mural do “Projeto Cidadania” (fotografia)

    Teatro “Paschoal Carlos Magno” (Rua Gilberto de Alencar, 888 - Centro)

    Das 9h às 19h – Visitação à mostra “DaMinhaCor” (fotografia)

    Anfiteatro João Carriço (Avenida Rio Branco, 2.234 - Centro)

    19h | O debate sobre a marginalização da mulher negra através dos contos da mineira Conceição Evaristo em “Olhos D´Água” (workshop)

    Dia 20 – Quarta-feira

    E. M. Padre Wilson (Rua Cleir Reis Duque, 200 - Igrejinha) | Mural “Projeto Cidadania” (fotografia)

    Teatro “Paschoal Carlos Magno” (Rua Gilberto de Alencar, 888 - Centro)

    Das 9h às 19h – Visitação à mostra “DaMinhaCor” (fotografia)
    20h – Show “Batuque Afro-brasileiro e seus encantos” (música) + Roda de Conversa com a Mesa Diretora do Conselho Municipal para a Promoção da Igualdade Racial

    Dia 21 – Quinta-feira

    E. M. Padre Wilson (Rua Cleir Reis Duque, 200 - Igrejinha) | Mural de fotos do “Projeto Cidadania” (fotografia)

    Centro Cultural Dnar Rocha (Rua Mariano Procópio, 973 - Mariano Procópio)

    19h às 21h - Fuzuê de Malungo - vivência centrada nas manifestações festivas afro-brasileiras, tendo a Capoeira como fio condutor. A ideia é promover uma experiência de transmissão de saberes pela oralidade, pelo canto, dança, jogo e musicalidade.

    Anfiteatro João Carriço (Avenida Rio Branco 2.234 - Centro)

    19h – Roda de conversa sobre racismo estrutural, com Diego Dhermani Lopes, professor de geografia licenciado pela UFJF, integrante da Associação de Geógrafos Brasileiros (AGB) - Seção Juiz de Fora e do Grupo de Trabalho de Geografia e Relações Étnico-raciais da AGB

    Dia 22 – Sexta-feira

    E. M. Padre Wilson (Rua Cleir Reis Duque, 200 – Igrejinha) | Mural do “Projeto Cidadania” (fotografia)

    Sintufejuf (Rua Santo Antônio, 309)

    9 às 17h | Seminário Semana da Consciência Negra

    E.M. Carolina de Assis (Rua Coronel Assis, 15 - Floresta)

    17h | Tarde Cultural “Para Todos” - Reflexão sobre “Ancestralidade e Memória”, através de roda de conversa com a participação de Olivier Nong´Olela Shamololo, da República Democrática do Congo, e Adenilde Petrina Bispo, Dra. Honoris Causa pela UFJF. Apresentações artísticas do Coletivo Vozes da Rua, Maracatu Estrela na Mata e Grupo Macamba

    Dia 23 – Sábado

    Parque Halfeld

    10h | Marcha Zumbi dos Palmares
    10h| Batuque Afro-brasileiro e seus encantos (música)

    Praça João Pessoa

    10h| Raízes do Maracatu, com o Grupo Estrela da Mata (música)

    Rua Halfeld

    10h às 13h - “Vil” – Com Noah Mancini (performance)
    - E. M. Carolina de Assis (Rua Coronel Assis, 15 - Floresta)
    12h - Tarde Cultural “Para Todos” - Reflexão sobre “Ancestralidade e Memória”, através de roda de conversa com a participação de Olivier Nong´Olela Shamololo, da República Democrática do Congo, e Adenilde Petrina Bispo, Dra. Honoris Causa pela UFJF. Apresentações artísticas do Coletivo Vozes da Rua, Maracatu Estrela na Mata e Grupo Macamba
    Livraria Cadori (Rua Braz Bernardino 199, Loja 107 - Galeria Pátio Central)
    13h - Cabeça de Nêga – OriVivência - Reunião de produtores de saberes, negras e negros de diversas áreas de conhecimento, com a finalidade de promover uma vivência sobre as produções de conhecimento da população negra. A proposta é mostrar algumas das diversas possibilidades de escrita das histórias negras no Brasil, a partir de pesquisas e estudos de intelectuais das áreas de literatura e corporeidades e suas imbricações com a luta antirracista

    Praça João Pessoa

    13h30 - Raízes - Grupo Makamba (dança afro-brasileira)
    E. M. Belmira Duarte Dias (Rua Adaílton García, 110 - JK)
    15h - Batuque Afro-brasileiro e seus encantos (música)

    Sindicato dos Bancários (Rua Batista de Oliveira, 745 - Centro)

    15h - 4ª Edição Denigra JF – apresentações artísticas e feira de empreendedorismo afrodescendente.
    17h - Cabeça de Nêga – OriVivência – Reunião de produtores de saberes, negras e negros de diversas áreas de conhecimento, com a finalidade de promover uma vivência sobre as produções de conhecimento da população negra. A proposta é mostrar algumas das diversas possibilidades de escrita das histórias negras no Brasil, a partir de pesquisas e estudos de intelectuais das áreas de literatura e corporeidades e suas imbricações com a luta antirracista

    Núcleo Travessia (Rua Jacinto Marcelino, 25 - Vila Olavo Costa)

    18h – Bacharéis do Samba (música)

    Dia 24 – Domingo

    Sindicato dos Trabalhadores Têxteis (Rua Farmacêutico Vespasiano Pinto Vieira, 46 - Centro)

    9h às 18h – 4ª Roda de Conversa de Terreiro

    Salão de Festas (Rua Jorge Raimundo 595 - Santa Cândida)

    16h – CineXuxu #candinha – Exibição de clips e roda de conversa

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.