• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    matéria em audio

    Projeto Desafio O que mais o projeto precisa, atualmente, são pessoas que se tornem voluntárias e abracem esta causa

    Sílvia Zoche
    Repórter
    06/10/2005

    fachada do projeto Tirar da ociosidade as crianças da Vila Terezinha. Este é o objetivo do projeto Desafio que existe há quatro anos, por iniciativa de três policiais militares do 2º BPM, inclusive da tenente Vera Márcia da Silva (foto abaixo, à esquerda).

    Na atual sede, em Santa Terezinha, são atendidas durante todo anos, 50 crianças, que recebem esforço escolar e participam de atividades, como futebol de salão e de campo, conforme a possibilidade e a quantidade de voluntários.

    O problema, atualmente, é a falta de voluntários para oferecem atividades e reforço escolar para as crianças que cursam da 1ª a 8ª série do Ensino Fundamental. "Se tivessem mais voluntários, daria para preencher os horários vagos", diz a pedagoga Maria Elisa Marco Eiterer (foto abaixo, à direita), voluntária no projeto. Existem duas turmas pela manhã e uma à tarde e a vontade de procurar estagiárias do Normal para assistirem os alunos.

    Vera Márcia da Silva e Maria Elisa Marco Eiterer Reforço escolar em matemática, português e geografia são bem-vindos, assim como pessoas que queiram ensinar algum módulo de atividade, como as aulas de biscuit que as meninas já fizeram. "Não precisa ser um voluntário que fique o ano inteiro, quando for um curso específico, como artesanato, por exemplo", avisam.

    Espaço físico é o que não falta. A casa alugada possui cinco salas e uma área grande que pode ser usada como sala de aula e local de confraternização. O projeto possui alguns computadores doados, mas falta um voluntário para ensinar informática às crianças. "Elas sabem mexer muito pouco. Usam para fazer trabalhos, mas precisam de alguém para ajudá-los mais", afirma a tenente. O projeto também ganhou máquina de overloque, mas não há um voluntário que possa ensinar como se usa.

    Parceiros

    Os parceiros existentes são muitos e a tenente prefere não citar para não correr o risco de esquecer algum deles. "Todos são muito importantes e nos ajudam com a alimentação, limpeza e com os trabalhos didáticos", comenta.

    crianças estudando com professora voluntária crianças sentadas à mesa

    Na época de natal, a equipe fixa do projeto, cerca de 15 pessoas, corre atrás de doação de brinquedos. Para as atividades extras, a criançada já teve aula de dança, natação, capoeira, artesanato e já fizeram parte do projeto bombeirinho. Alguns adolescentes fizeram cursos e formaram-se como office boys e office girls.

    aula de informática aula de informática

    Hoje, tem aulas de futebol de salão e de campo, e procuram parceria para que as meninas possam fazer algum esporte, como vôlei. Há uma parceria com AMAC em que algumas crianças participam do projeto Pequeno Jardineiro, Menina Artesã, entre outros. Para freqüentar as aulas, as crianças recebem vale-transporte.

    meninos jogando futsal mesa com vários artesanatos

    Grupos de teatro e recreação fazem a alegria da meninada em apresentações na sede e todo mês ganham uma festa para comemorar os aniversariantes do mês. A família também recebe assistência através de palestras com diferentes profissionais, "afinal, as crianças passam grande parte do tempo em casa com a família".

    recreação com grupo de teatro festa com bolo e refrigerante

    Durante as férias escolares, os voluntários do ano inteiro também tiram férias e entra em ação outros parceiros. "O projeto Desafio não pode fechar as portas e precisamos de parceiros para atividades recreativas para os pequenos e adolescentes", diz Elisa.

    Para fazer um balanço geral, é preparado um jantar ou almoço de fim de ano com todos os parceiros.

    O começo

    Há quatro anos, a policial militar, tenente Vera Márcia da Silva, foi a Vila Santa Terezinha com mais dois policiais e viu que a comunidade estava com muitas crianças ociosas. Surgiu, então, a idéia de levá-los para conhecer a transitolândia. "Foi um sufoco, porque os meninos brigavam, corriam de um lado para o outro, não paravam por um minuto", lembra a tenente. No dia 21 de dezembro de 2001, fizeram uma festa de natal para as famílias com a ajuda da comunidade e do presidente do bairro.

    crianças do projeto crianças do projeto

    No início do ano seguinte, surgiu a idéia de montar um projeto. "Não teve nenhuma estratégia, os acontecimentos foram fluindo", explica. Fizeram uma reunião com as famílias da Vila e cadastraram as crianças, perguntando o que elas gostariam de aprender. "Em fevereiro de 2002 já conseguimos as parcerias, mas sem uma sede. A primeira conseguimos alugar, com a ajuda da prefeitura, em 2003". Em março de 2004, o projeto mudou-se para uma outra casa, onde está até hoje.

    Seja um voluntário

    Para fazer parte da equipe do projeto Desafio, você pode ligar para (32) 3229-6145 ou (32) 3229-6126 ou ir diretamente na sede: Rua Primeiro de Maio, 57, Santa Terezinha.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.