• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    CAPs de JF passam a integrar Rede de Saúde Mental Processo será encaminhado para Brasília e deve passar
    pela aprovação do Ministério da Saúde


    Renata Cristina
    Repórter
    28/03/2007

    Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) de Juiz de Fora foram contemplados para integrar a Rede Estadual de Saúde Mental. A medida representa um passo importante para o levantamento de recursos estaduais e federais destinados aos atendimentos psiquiátricos.

    De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Juiz de Fora será atendida na Modalidade Álcool-Drogas e Infanto Juvenil, com capacidade operacional para atendimento em municípios com população entre 20 mil e 70 mil habitantes.

    A decisão foi aprovada pela Comissão Intergestores Bipartite e o processo deve ser encaminhado ao Ministério da Saúde para deliberação final. Ainda não há previsão para que o pedido retorne de Brasília.

    O objetivo da Rede Estadual de Saúde Mental é otimizar o recebimento de recursos, de forma a qualificar os serviços para a população e promover a articulação dos CAPs de Juiz de Fora com toda a rede mineira.

    Atualmente, o estado de Minas possui 105 CAPs credenciados, sendo que seis são voltados para tratamento de álcool e drogas; cinco para crianças e adolescentes e 94 para adultos. Além dos Caps, a rede é constituída de 46 serviços residenciais terapêuticos; 15 centros de convivência; 300 equipes de saúde mental na atenção básica; 16 programas de geração de trabalho e renda, além de dez associações de usuários e familiares.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.