• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Exposição traz arte inclusiva Visitantes vão conhecer obras tatéis e conferir o trabalho artístico
    de crianças de duas favelas de Belo Horizonte


    Thiago Werneck
    Colaboração
    28/03/2007

    Uma arte inclusiva, inovadora e de sensibilidade. São estas as características que os juizforanos vão encontrar ao visitar a "Exposição Tocar e Sentir", da artista-educadora Eni D'Carvalho (foto), que começa nesta quinta-feira, dia 29 de março em Juiz de Fora. Os visitantes vão conhecer 53 obras tatéis da artista e ainda conferir o trabalho artístico de crianças de duas favelas de Belo Horizonte.

    Mais que ver as obras, o público vai poder sentí-las. Essa é a intenção da artista que espera que os visitantes busquem isto através do tato. "Todos são convidados a vendar os olhos para poderem brincar e tocar a peça. Isso mexe muito com o lúdico de cada um e todos tem uma reação diferente, que varia de acordo com seus sentimentos. Está é a essência da obra", explica Eni.

    Para possibilitar a inclusão da pessoa com deficiência, o trabalho tem estimulação dos sentidos, através de planos tridimensionais, textos em braile e texturas diferenciadas. No chão, abaixo de cada quadro, lixas estão afixadas para localização das telas. "Trabalhamos com todos esses elementos e algumas obras ainda tem cheiro e emitem sons para mexer ainda mais com a imaginação de cada um", destaca Eni.

    Uma Com obras de cores vivas e diferenciadas por serem tatéis, Eni já é reconhecida em todo o mundo por seu trabalho. "Tenho quase 300 obras em Portugal. Na Europa eles se encantam com esta diversidade de cores e valorizam muito esse trabalho de inclusão social. Já fiz uma exposição também nos Estados Unidos, em Orlando e fui muito bem recebida", conta.

    Suas exposições já passaram por Rio Grande do Sul, São Paulo e outras cidades de Minas. Para Eni é uma grande emoção trazer sua obra para JF. "Sou de Ubá e trazer essa exposição para Zona da Mata era um sonho. Passei minha juventude aqui", emociona-se. Este é um projeto voluntário da artista, todo desenvolvido com recursos próprios e com incentivo de família e amigos.

    Hoje, Eni é uma pintora conceituada e premiada. Em 2001, ela recebeu a medalha da Solidariedade em BH; em 2002 a Medalha Maçônica de Honra ao Mérito e nos Estados Unidos e na Europa já recebeu o título de "Escultora do Escuro".

    A artista
    Uma Além de fazer suas obras de arte, Eni trabalha com crianças de favelas de Belo Horizonte tentando aliar educação à arte. "Acredito que este é o único caminho para melhorarmos esse país. É importante esse espírito de solidariedade. As telas e esse trabalho quebram paradigmas e ajudam a diminuir o preconceito", ressalta.

    O sonho de Eni é montar um ônibus que percorra todo o país levando as obras táteis e com recursos multimídias para os deficientes. "Meu projeto já foi aprovado pelo governo com louvor. Mas por falta de recursos não foi colocado em prática. Precisamos do apoio financeiro de alguma grande empresa", lamenta.

    Até mesmo uma fundação Eni já pensou criar com seu marido, mas por falta de recursos isso ainda não foi possível. "Tenho vários projetos, aos poucos vou colocando em prática. Um dos que acho mais importantes é que cada museu tivesse um espaço reservado para expor obras acessíveis aos deficientes", comenta.


    Uma Uma Uma

    A exposição "Tocar e Sentir" está aberta a visitação até 22 de abril, de segunda a sexta, de 9h às 21h, sábados e domingos, de 10h às 16h, no CCBM, à avenida Getúlio Vargas, 200. O público vai conferir temas como raízes indígenas, paz, sentimentos, sentidos e ecologia. O agendamento de visitas para escolas podem ser feitos pelo telefone (32) 3690-7051.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.