• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Inquérito do caso Bernardo será entregue na segunda Manifestação marca os dois meses da morte do estudante Bernardo


    Renata Cristina
    04/04/2007

    Ainda em andamento, o caso do adolescente Bernardo Velloso, de 16 anos, morto na saída de uma festa, no dia 04 de fevereiro, teve novo apelo popular nesta quarta-feira, 04 de abril. Amigos e familiares do jovem realizaram uma manifestação para relembrar os dois meses de sua morte.

    O grupo concentrou-se em frente a Câmara Municipal e percorreu o Calçadão da Rua Halfeld, vestindo camisetas com o rosto do estudante. "Queremos acabar com a impunidade. O suspeito já confessou o crime, mas continua solto pelas ruas", afirma Mônica Velloso, mãe de Bernardo.

    Os pais do menino João Hélio, arrastado pelo cinto de segurança até a morte, no Rio de Janeiro, estiveram presentes no ato, mais uma vez. Além das 200 camisetas distribuídas clamando justiça, a família colocou um outdoor na Avenida Rio Branco com a frase: "Meu assassino continua solto", com a assinatura de Bernardo.

    Mesmo de folga, a delegada responsável pelo caso, Dolores Tambasco, falou a equipe de reportagem do portal ACESSA.com. "O inquérito só não foi encaminhado ao fórum devido o recesso. A apuração criminal está concluída e na segunda-feira iremos enviá-la", afirma.

    manifestação Quanto ao tempo de investigação, considerado pelos pais de Bernardo como "longo demais", a delegada esclarece que foram necessários exames laboratoriais, morosos para um resultado imediato. "Esses exames levam cerca de 20 dias para ficarem prontos, fato que retarda as investigações", observa.

    Mesmo com os resultados em mãos, a análise dos dados, a comparação das provas e depoimentos também foram realizadas durante este dois meses. Por esse motivo, a delegada acredita que o processo caminha em um fluxo normal. "A justiça está, sim, sendo feita. Se os outros órgãos achassem que fosse necessária a prisão preventiva, cobrariam isso de mim. Devido a idade do réu, entre outros fatores, isso não foi determinado", analisa.

    Conforme a delegada informou, o inquérito será encaminhado à Justiça na próxima segunda-feira, dia 09 de abril.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.