• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Mais acessibilidade para Juiz de Fora Projeto de lei que garante placas em braile nos locais de
    grande fluxo de pessoas espera pela sanção do executivo


    Fernanda Leonel
    Repórter
    09/07/2007

    Até o próximo dia 20 de julho, o executivo municipal deve decidir se sanciona ou não o projeto de lei que prevê mais acessibilidade para quem tem alguma deficiência visual e mora ou visita Juiz de Fora.

    Isso porque, na última quinta, 05 de julho, a Câmara dos Vereadores aprovou com apenas um voto contrário, o projeto de lei de proposta do vereador Francisco Canalli, que prevê a obrigatoriedade da colocação de estruturas informativas em código Braile para pessoas com deficiências visuais nos locais de grande fluxo de pessoas.

    Pontos de ônibus, hospitais e unidades básicas de saúde, bibliotecas, repartições públicas, museus, teatros. Todos estariam nas listas que ganhariam placas de identificação para leitura de pessoas com limitações visuais. Pelo projeto, essas informações poderiam estar em placas ou painéis e deveriam trazer dados básicos que pudessem esclarecer o visitante e cidadão.

    "A idéia é também estender essa acessibilidade para locais privados. Eu já tive algumas reuniões com pessoas ligadas ao comércio e todos receberam a idéia muito bem", complementa Canalli.

    Segundo o propositor, o movimento organizado de pessoas com deficiência visual está inteirado do projeto, ajudaram na formatação e agora aguardam ansiosos pela sanção do prefeito. "Juiz de Fora já é conhecida pelo trabalho fantástico que faz com esse grupo. Não se vê, por exemplo, cego pedindo esmolas na rua. Queremos nos tornar uma cidade modelo no que diz respeito à acessibilidade".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.