• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Terça-feira, 19 de outubro de 2010, atualizada às 11h50

    Agências dos Correios já começam campanha para apadrinhamento de cartinhas

    Isabela Lobo
    Colaboração*

    As agências dos Correios já deram início à campanha de Natal para o apadrinhamento de cartinhas de crianças de todo o país. Mesmo faltando dois meses para a chegada das festividades, o projeto já está a todo vapor. No ano passado, o Papai Noel dos Correios recebeu cerca de 10.532 cartas em Juiz de Fora. A expectativa é de que em 2010 o número chegue a 11 mil.

    No ano passado, o projeto atendeu a 95% da demanda da cidade. Segundo o Gerente Regional dos Correios, Sérgio Sacramento, a ação precisa de apoio para obter bons resultados. "O projeto vem merecendo a cada ano a participação e a sensibilização da sociedade para atender ao maior número de cartinhas", afirma.

    Desde 2009, a iniciativa é vinculada a instituições de ensino, abrigos e creches da rede pública, o que tem modificado os pedidos das crianças. "Antes tínhamos um número bem expressivo de pedidos de cestas básicas, solicitação orientada pelos pais. Hoje há mais pedidos de brinquedos e de materiais escolares", explica Sacramento. O gerente ainda comenta sobre o valor dos presentes. "As cartas mais procuradas pelos padrinhos são as de custo mais baixo, por isso, temos pedido às escolas que orientem as crianças", comenta.

    As cartas poderão ser enviadas pelas escolas até o dia 15 de novembro e estarão disponíveis no dia 7 de novembro na agência central dos Correios, que fica na rua Marechal Deodoro, 470, Centro. No dia 27 de novembro, o Papai Noel dos Correios visita a agência, às 11h30.

    *Isabela Lobo é estudante do 8º período de Comunicação Social da UFJF.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.