• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Quinta-feira, 13 de janeiro de 2011, atualizada às 9h20

    Hemocentro realiza campanha em cidades vizinhas para doação de sangue

    *Eliza Granadeiro
    Colaboração

    O Hemocentro de Juiz de Fora vai coletar sangue de moradores de Matias Barbosa na próxima quarta-feira, dia 19 de janeiro. O projeto é uma parceria entre cidades vizinhas, que incentivam a participação de moradores; o Hemocentro, que disponibiliza os serviços de captação, e a Agência de Cooperação Intermunicipal em Saúde Pé da Serra (Acispes), responsável pelo transporte dos voluntários para a doação.

    O projeto teve início no final do ano passado e, em outubro, as primeiras coletas foram feitas em moradores de outros municípios. "Estamos numa fase de implantação do consórcio e a nossa expectativa é de consolidá-lo cada vez mais", afirma a responsável pela captação de doadores, Ana Eliza Alvim. Segundo ela, o Hemocentro de Juiz de Fora atende a 30 cidades mineiras, entre elas Andrelândia, Oliveira Fortes e Bom Jardim de Minas, e a 59 hospitais que somam um total de, aproximadamente, 1,4 milhão de pacientes.

    Ana Eliza explica ainda que cerca de 75% das doações feitas no Hemocentro são realizadas por juizforanos. "Como temos uma demanda muito grande, precisamos fazer esse tipo de consórcio com cidades vizinhas para aumentar o estoque", afirma. Por dia, são liberadas cem bolsas de sangue para os hospitais. "Se conseguirmos 20 doadores a mais por semana, já teremos 80 bolsas por mês. Isso já representa um dia de demanda do estoque", completa.

    Para o dia 19 de janeiro, espera-se que 26 moradores de Matias Barbosa façam a coleta de sangue, isso porque são 26 assentos existentes no micro-ônibus para o transporte. Os matienses que queiram participar da coleta devem se cadastrar na Secretaria Municipal de Saúde de Matias Barbosa até o dia 18 de janeiro. A próxima coleta está marcada para o dia 26 de janeiro com os moradores de Lima Duarte.

    A assessora de imprensa da Acispes, Sara Rodrigues, explica que a parceria da instituição é uma forma de facilitar o acesso dos voluntários ao Hemocentro. "Muitas vezes as pessoas de outros municípios não doam porque não tem condições de se deslocar até Juiz de Fora", afirma. Sara fala ainda que as cidades que participam do consórcio de coleta de sangue custeiam o transporte com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). Dessa forma, a Acispes é responsável pela parte administrativa e gerencia o transporte, uma vez por mês, dos voluntários de cada cidade participante.

                                                                                                                         *Eliza Granadeiro é estudante do 6° período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Thaísa Koskem

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.