• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação



    Segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008 atualizada às 13h

    Cursinhos pré-vestibulares dão trote nos alunos aprovados na UFJF


    Renata Solano
    Colaboração*

    O dia do tão esperado resultado final do vestibular e PISM III da Universidade Federal de Juiz de Fora chegou nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro. Todo o ano é a mesma coisa; os cursinhos aguardam o resultado e reúnem seus alunos para comemorar a seleção de uns e confortar outros. Por isso, nunca é demais lembrar que, além de muito estudo, atenção e tranqüilidade são fundamentais.

    "Estudei muito durante todo o ano, foi preciso muito esforço pessoal e muita compreensão da família e dos amigos. Alcancei um resultado melhor do que eu esperava, passei em primeiro lugar para Arquitetura e melhor ainda é que foi para da Federal", comenta a estudante Camila Vilela (foto abaixo), que mostra a cara pintada, como muitos outros estudantes que recebem o trote no próprio cursinho.

    Na hora de escolher um curso superior para prestar o tão assustador vestibular, opções como mercado de trabalho, sonho pessoal ou mesmo a influência dos pais podem ser fatores de interferência, por isso, é preciso escolher o melhor e ter calma na hora de realizar a inscrição.

    Fazer aulas particulares nas disciplinas que se tem maior dificuldade ou mesmo sentar na primeira carteira das salas de cursinho são atitudes de pessoas que não querem deixar para trás a oportunidade de ser selecionado para uma instituição de ensino reconhecida e bem conceituada.

    Foto de alunos comemorando Os cursinhos pré-vestibulares oferecem apostilas com material informativo sobre o conteúdo cobrado para o vestibular, muitos alunos afirmam que este material é suficiente, outros acreditam que é preciso um pouco mais. "O material fornecido pelo cursinho foi muito bom, mas estudei por outros meios como livros, jornais e revistas", conta Camila.

    Mesmo sendo considerado injusto (leia a matéria), o vestibular ainda é o processo de seleção da maioria das universidades e faculdades do país, por isso, nem todos que prestaram exame e se esforçaram durante o ano conseguiram alcançar um resultado positivo.

    Foto de alunos comemorando "A concorrência é muito grande e mesmo não tendo conseguido estou satisfeita com a minha atuação, é preciso estudar mais ainda no próximo ano e me preparar psicologicamente para mais uma bateria de estudos e simulados", afirma Tatiane Souza.

    O estudante Thiago Seixas (foto ao lado) foi aprovado para o curso de Educação Física. "Este foi meu primeiro vestibular e já levei um trote aqui no cursinho, mas estou preparado para mais um lá na universidade", afirma.

    * Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.