• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Quase 6 mil são classificados para a segunda etapa da UFJF Com menos candidatos inscritos, o vestibular da UFJF apresentou queda no ponto de corte. Física e História foram as disciplinas com maior número de nota zero

    Priscila Magalhães
    Repórter
    Madalena Fernandes
    Revisão
    16/12/2008

    A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) divulgou, nesta segunda-feira, 15 de dezembro, o resultado da primeira etapa do vestibular (consulte aqui). Dos 10.901 candidatos inscritos, 5.980 foram classificados para a segunda etapa. A este número, somam-se os 1.998 dispensados da prova objetiva, já que a concorrência foi menor ou igual a quatro. Assim, 7.978 candidatos devem comparecer à segunda etapa, entre os dias 20 e 23 de dezembro.

    A redução da nota mínima para classificação marcou o processo de seleção. "Em comparação com o ano passado, houve queda no ponto de corte", diz o diretor da Comissão de Processo Seletivo (Copese), professor José Maria Pereira Guerra.

    No grupo B, onde concorrem os alunos que estudaram em escolas públicas, a nota de corte caiu em todos os cursos, comparando com o ano passado. No grupo A, dos estudantes negros que estudaram em escola pública, o ponto de corte subiu para os cursos de Enfermagem e Odontologia. No grupo C, onde concorrem os que não aderiram às cotas, houve aumento da nota mínima em 11 cursos: Administração diurno e noturno, Ciência da Computação noturno, Ciências Econômicas diurno, Comunicação Social noturno, Direito diurno, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica diurno e noturno, Farmácia, e Odontologia.

    Examinando o concurso de 2008 e de 2009, a maior alta no corte foi verificada no curso de Administração noturno, que passou de 37 para 45. Depois, vem o curso de Engenharia Civil, cujo corte passou de 38 para 44. O curso de Medicina, que mais oferece vagas (160) e que teve a maior concorrência (31,63 no grupo C), é também o que apresentou uma das maiores quedas, considerando os três grupos. No A, passou de 51 para 38, no B a queda foi de 57 para 39 e no C caiu de 60 para 61.

    Foto de José Maria Guerra Para José Maria, a redução do ponto de corte é um reflexo da queda de inscritos. No vestibular 2009 foram 20% menos candidatos do que no ano anterior. Ainda analisando a queda na nota mínima, o professor diz que esse fato beneficiou os alunos que priorizaram a UFJF. Além disso, ele também considera que as 330 novas vagas foram um diferencial, pois os alunos que concorreriam a um curso específico tiveram outras opções e se dividiram.

    Outro fator que, segundo o diretor da Copese, favoreceu os candidatos foi a anulação de duas questões: uma de matemática e outra de português, por isso ninguém zerou essas disciplinas. Com isso, as provas de física, história e química foram as que se destacaram com o maior número de notas zero, sendo 373, 346 e 340, respectivamente. "Sempre tem uma disciplina vilã, e esse ano foi a matemática. As ciências exatas sempre foram as mais difíceis", diz ele.

    Pism I, II e III

    Para os programas de ingresso, são 17.242 inscritos, sendo 9.305 para o PISM I, 6.008 para o II e 1.929 para o III. O PISM acontece entre os dias 20 e 23 de dezembro. Assim como a segunda etapa do vestibular, as provas só ocorrem em Juiz de Fora. A orientação da Copese é que os candidatos cheguem aos locais com uma hora de antecedência, não levem celular, ou qualquer outro aparelho de transmissão de informações, e tenham atenção aos horários de ônibus e seus itinerários.

    Datas do Vestibular 2009
  • Provas de Segunda Etapa (Vestibular):
    De 20 a 23/12/2008 - das 14 h às 18 h

  • Provas do PISM (I e II):
    De 20 a 23/12/2008 - das 08h30 às 11h30

  • Provas do PISM (III):
    De 20 a 23/12/2008 - das 14 h às 17 h

  • Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.