Quinta-feira, 09 de agosto de 2007, atualizada às 09h03

Alunos do Ensino Médio devem ter aulas de sociologia e filosofia


*Guilherme Arêas
Colaboração

Os alunos do Ensino Médio, das redes pública e particular, devem ter novas disciplinas a partir de 2008. Filosofia e sociologia entram para a grade curricular de mais de 9 milhões de estudantes que fazem o Ensino Médio em todo o país, segundo dados do último Censo Escolar, em 2005.

O parecer nº 38/2006, do Conselho Nacional de Educação, fixou para o segundo semestre de 2007 o prazo para que os sistemas de ensino tomem as medidas necessárias para a inclusão da Sociologia e da Filosofia nas escolas.

Mas segundo o professor de filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juarez Gomes Sofiste, as medidas só devem mesmo entrar em funcionamento a partir de 2008.

Na opinião do professor, o ensino dessas novas disciplinas não pode seguir o padrão pedagógico que vem sendo implementado nas outras áreas do conhecimento. "A filosofia na escola não pode ser tratada como mero ensino. Ninguém aguenta mais um professor falando sem parar e os alunos apenas como ouvintes. A didática deve ser a do diálogo. Não adianta implementar a filosofia em uma sala com 50 alunos preocupados em decorar o que aprendem para o vestibular", defende.

Em seu livro Sócrates e o ensino da filosofia, Juarez propõe uma nova didática no ensino da filosofia, principalmente, para os alunos do Ensino Médio. "Sócrates foi o escolhido nesse estudo porque era um filósofo que utilizava do diálogo e da investigação para construir o conhecimento. A idéia é fazer da sala de aula um ambiente de reflexão".

Apesar de representar um passo na reformulação do sistema pedagógico brasileiro, Juarez acredita que a medida veio com anos de atraso. "Na França, por exemplo, a filosofia é obrigatória há 200 anos", afirma. Sobre o mercado de trabalho que se abre para os profissionais dessas áreas, o professor vê como vantagem para os profissionais.

Segundo o Ministério da Educação, o ensino de filosofia e sociologia já é obrigatório em 19 estados do país. Em Minas, de acordo com a Secretaria de Estado de Educação, as disciplinas vão entrar na grade curricular dos estudantes em 2008, já que o estado adota o regime anual na educação.

Ainda segundo a Secretaria de Educação, algumas escolas mineiras já incluíram a filosofia e a sociologia como temas transversais, sendo abordados de forma diferenciada em relação às outras disciplinas.

*Guilherme Arêas é estudante de Jornalismo da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.